terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

DILMA ROUSSEFF, JAQUES WAGNER, SÉRGIO CABRAL E OUTROS.

A imprensa acabou de noticiar que terminou sem acordo a reunião entre o governo da Bahia, alguns intermediários e os mobilizados. Isso significa que a pressão contra os políticos aumentou, pois como já escrevemos o grande receio dos governos federal e estaduais é que a continuidade da greve dos PMs na Bahia, possa terminar fazendo com que exista uma superposição com a provável greve no Rio de Janeiro de PMs, PCs e BMs, união que pode funcionar como um catalisador e espalhar o movimento de paralisção por vários estados, dentre eles o Espírito Santo, por exemplo.
Eu não tenho dúvida de que amanhã (08 FEV 2012) a pressão para o acordo na Bahia será muito maior, considerando que estaremos às vésperas (09 FEV 2012) da grande assembleia de PMs, PCs e BMs na Cinelândia (18:00 hs), o polo político do Rio de Janeiro.
Se chegarmos ao dia 10 FEV 2012 com paralisações na Bahia e no Rio de Janeiro, os desdobramentos serão imprevisíveis.
Juntos Somos Fortes!

7 comentários:

Anônimo disse...

Fiquei muito feliz ao tomar conhecimento desse blog. Fico feliz ao saber que ainda há pessoas que divulgam as barbaridades que estão acontecendo. Até quando nós ficaremos de braços cruzados, vendo as desigualdades deste país? Não podemos aceitar que as Forças que defendem nosso país ganhem menos do que merecem ganhar. Obrigada Paul pelas tuas publicações.
Juntos Somos Fortes, Sempre!

Anônimo disse...

A POLÍCIA MAIS BEM PAGA DO BRASIL...

POLICIAIS MILITARES E BOMBEIROS DO DISTRITO FEDERAL AMEAÇAM ENTRAR EM GREVE

Publicada: 07/02/2012 16:05| Atualizada: 07/02/2012 16:05
Entidades que representam os policiais militares e bombeiros do Distrito Federal realizarão, nos próximos dias, assembleias para avaliar a possibilidade de greve da categoria.

No próximo sábado (11), as associações dos oficiais da Polícia Militar (Asof) e do Corpo de Bombeiros (AssofBM) realizam assembleias para decidir se aderem ao movimento unificado, iniciado por policiais militares, e participam da assembleia conjunta prevista para o próximo dia 15, em Taguatinga.

A assembleia conjunta do dia 15 servirá para que policiais e bombeiros de entidades que aderirem ao movimento unificado decidam se entram em greve, caso o governo do Distrito Federal não aceite negociar com a categoria.

Consideradas as diferentes entidades, os cerca de 22 mil policiais militares do Distrito Federal exigem reajuste salarial, isonomia com a Polícia Civil (segundo os militares, mais bem remunerada) e melhores condições de trabalho. Uma das entidades que divulgaram pauta de reivindicações, a Associação dos Praças Policiais e Bombeiros Militares (Aspra), defende aumento de 52% sobre o salário bruto dos subtenentes, a título de reposição das perdas salariais dos últimos quatro anos. A associação diz que a categoria não teve reajuste nesse período.

De acordo com o presidente da Associação dos Oficiais do Corpo de Bombeiros Militar (AssofBM), coronel Sérgio Fernando Aboud, a greve ainda não é consenso, embora as reivindicações sejam justas e o movimento já conte com o apoio de muitos oficiais.

http://www.tribunadabahia.com.br/news.php?idAtual=105556

Alexandre, The Great disse...

E isso irá ocorrer!
A Bahia e o Rio de janeiro - não por acaso locais históricos do nascimento deste país - serão os catalizadores do inferno em vida da classe política asquerosa e corrupta que comanda o país.
TODOS NA CINELÂNDIA DIA 09/02 - 18:00 HS.
Juntos Somos Fortes!

Anônimo disse...

Anônimo disse...
Só faltava esse Grande General e sua tropas mudarem de lado e se juntarem aos briosos e guerreiros PMs. Seria interessante o começo de uma Revolução contra essa corja de malfeitores(isso a Presidenta Dilma que falou), que assola e locupleta a Nação. As Forças Armadas prenderiam os Ladrões e Saqueadores(fica subentendido quem os são) que roubam esse país, e os poriam nas masmorras dos já famosos presídios federais, juntos com os maiores assaltantes, traficantes, etc. deste país. Assim o Brasil venceria as desigualdades e se tornaria, com certeza, uma grande potência mundial.

7 de fevereiro de 2012 19:53

Anônimo disse...

De acordo com a CF/88 e o DIEESE, um Soldado PM/BM deve ganhar em torno de R$ 2.400,00 mensais (valor líquido).

O Salário Mínimo Necessário divulgado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos, capaz de atender às necessidades vitais básicas (moradia, alimentação, educação, saúde, lazer, vestuário, higiene, transporte e previdência social), de acordo com o artigo 7º, inciso IV, da Constituição Federal, em janeiro de 2012 correspondeu a R$ 2.398,82 (dois mil, trezentos e noventa e oito reais e oitenta e dois centavos). O piso salarial deve ser reajustado periodicamente, de modo a preservar o poder aquisitivo dos Militares Estaduais do Brasil.

http://www.dieese.org.br

Anônimo disse...

Acabo de imaginar o que se passou na cabêça daquele GENERAL que se emocionou diante dos policiais...
...ele deveria estar pensando naquele momento o quanto seria bom se aquela tropa a qual o colocaram ali para reprimir,estivesse sim a seu comando.Acho que foram lágrimas de emoção de estar recebendo homenagem de brasileiros que a política tentou transformar em inimigos seus. Parabéns exmo GENERAL!! Não conseguiram...
Que sirva de exemplo para os nossos comandantes... Somos todos
brasileiros, policiais e irmãos de
farda.

Anônimo disse...

De acordo com a CF/88 e o DIEESE, um Soldado PM/BM deve ganhar em torno de R$ 2.400,00 mensais (valor líquido).

O Salário Mínimo Necessário divulgado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos, capaz de atender às necessidades vitais básicas (moradia, alimentação, educação, saúde, lazer, vestuário, higiene, transporte e previdência social), de acordo com o artigo 7º, inciso IV, da Constituição Federal, em janeiro de 2012 correspondeu a R$ 2.398,82 (dois mil, trezentos e noventa e oito reais e oitenta e dois centavos). O piso salarial deve ser reajustado periodicamente, de modo a preservar o poder aquisitivo dos Militares Estaduais do Brasil.

http://www.dieese.org.br

Obs: Na PMERJ, alguns Sargentos estão ganhando menos de R$ 2.200,00 (dois mil e duzentos reais, incluindo o dinheiro do POEPP)... Imagine os Cabos e os Soldados!

O Governo do Estado dá com uma mão e tira com a outra. Já que alegam impossibilidade de aprovação da PEC 300 (balela), o PM e o BM deveriam ser isentos de qualquer imposto (municipal, estadual e federal).

AS GREVES PARECEM INEVITÁVEIS EM TODO O BRASIL, POIS A CARA DE PAU DOS POLÍTICOS JÁ PASSOU DOS LIMITES!