segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

CORONEL PAÚL: MUITO OBRIGADO, MUITO OBRIGADO E MUITO OBRIGADO.

Muito obrigado, a todos e a todas que sabendo das violências praticadas contra nós, PMs e BMs da banda boa, que lutam há mais de cinco anos, por salários dignos e por adequadas condições de trabalho, tudo fizeram para nos tirar dos porões de Bangu 1.
Muito obrigado, a todos e a todas que nos prestaram solidariedade nesse momento de grande sofrimento físico e mental.
E, muito obrigado, a todos e a todas que simplesmente nos abandonaram, nada fazendo para nos ajudar ou confortar, vocês nos ensinaram uma grande lição, o fato de que nós estávamos enganados ao ombrearmos com vocês, pois na verdade não podemos contar com vocês nos nossos momentos difíceis.
Juntos Somos Fortes!

3 comentários:

Anônimo disse...

TRABALHAR PARA QUE? AUXÍLIO DROGADO, AUXÍLIO RECLUSÃO....

27/02/2012 às 6:43
Auxílio-doença a DROGADOS já preocupa a Previdência

Por Andreza Matais e Simone Iglesias, na Folha:

Problemas decorrentes do uso de drogas já bateram às portas do INSS e começam a preocupar o governo. No ano passado, a Previdência concedeu 124.947 auxílios-doença a dependentes químicos. O afastamento pelo uso de drogas proibidas, como crack, cocaína, anfetaminas e maconha chega a ser oito vezes maior do que pelo consumo de álcool e cigarro. Os dados foram levantados pelo Ministério da Previdência a pedido da Folha. A conta para o governo com essa despesa foi de, no mínimo, R$ 107,5 milhões em 2011. A Previdência tem dificuldades para calcular o valor exato devido à complexidade desses pagamentos.

O AUXÍLIO-DOENÇA VARIA DE UM SALÁRIO MÍNIMO A R$ 3.916. O VALOR MÉDIO PAGO AOS DEPENDENTES É DE R$ 861. O número é crescente. De 2009 para cá, a Previdência concedeu mais de 350 mil auxílios a pessoas que precisaram se afastar do trabalho por uso de drogas. “Essa conta já está chegando para a Previdência e está hoje entre os grandes desafios que temos pela frente porque tende a aumentar. São pessoas em idade produtiva consumidas pelas drogas. Ao invés de estarem contribuindo para a Previdência, as estamos perdendo”, disse o ministro Garibaldi Alves.
(…)

Por Reinaldo Azevedo

http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/auxilio-doenca-a-drogados-ja-preocupa-a-previdencia/

Elizabeth disse...

Bem vindo À "SELVA", de novo Paúl...estamos com vcs...grande abraço

Anônimo disse...

TRABALHAR PRÁ QUÊ, NESTE PAÍS DE MERDA É MELHOR SER BANDIDO,VICIADO,VAGABUNDA, DO QUE SER TRABALHADOR. O GOVERNO PAGA MELHOR A ESSA ESCÓRIA DO QUE UMA PESSOA QUE ACORDA CEDO PEGA ÔNIBUS LOTADO, TRABALHA, (OU SEJA PRODUZ) E NO FINAL DO DIA PEGA NOVAMENTE O ÔNIBUS LOTADO E CHEGA EM CASA TARDE DA NOITE PRÁ NO OUTRO DIA FAZER TUDO DE NOVO.SE EU TIVESSE DINHEIRO MORARIA EM OUTRO PAÍS, ISSO AQUI SÓ DENDE A PIORAR. NÃO SE TIRA SUCO BOM DE LARANJA PODRE !!