quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

RIO: MOBILIZAÇÃO DOS BOMBEIROS E POLICIAIS MILITARES: UM CONVITE ESPECIAL PARA PESSOAS ESPECIAIS.

Ao longo desses cinco anos de lutas, convivendo com Bombeiros e Policiais Militares (Oficiais, Praças, pensionistas e familiares), aprendemos que existem subgrupos dentro do grupo de mobilizados, nada mais natural. A maioria faz de tudo um pouco, alguns se dedicam mais na parte logística, outros cuidam da composição das músicas e dos refrões, outros fazem as faixas, citando alguns exemplos. Existe também um grande grupo que acredita que a mobilização não pode parar nunca mais, aprendeu que ela é para sempre e que não podemos dar nenhuma folga ao governo que nos oprime, realizando atos constantemente nas ruas. Um grupo de pessoas que gosta de lutar nas ruas com a cara limpa e o peito aberto. Cidadãos fluminenses, que gostam de participar de atos públicos, gostam de interagir com a população, conscientizando o povo fluminense sobre os graves problemas vivenciados pelos Bombeiros e Policiais Militares, sobretudo a respeito dos salários miseráveis, acreditando que temos que estar com o povo. São homens e mulheres, jovens e não tão jovens, que já demonstraram idealismo e destemor suficientes para vencer o desconforto de caminhar pelas ruas, segurar faixas, distribuir panfletos, tocar cornetas (buzinas), etc. O grupo é contra a inércia improdutiva.
Ontem, alguns representantes desse grupo estiveram presentes em frente ao CFAP e na Cinelândia, protestando, mais uma vez. Conversando entre nós, surgiram várias ideias sobre as próximas ações nas ruas para chamar atenção da população e surgiu uma no sentido de que precisávamos reunir esse grupo para conversarmos, planejarmos juntos e para estabelecermos estratégias para alcançarmos melhores resultados com emprego racional dos nossos recursos humanos e dos nossos poucos recursos materiais. Em apertada síntese, a ideia é construir um grupo coeso, idealista e destemido, para colocar o bloco na rua constantemente, em atos simultâneos em diferentes lugares, não dando folga aos nossos algozes.
Na direção de construirmos esse grupo, resolvemos convidar todos e todas que se encaixam nesse perfil ou que querem se encaixar nele, para uma  reunião no dia 16 JAN 201, às 19:00 horas, no Clube de Subtenentes e Sargentos do Corpo de Bombeiros, situado na Rua Carlos Xavier, 96, Madureira (Mapa como chegar lá).
Destacamos que não estamos criando uma nova mobilização, nada disso, o que precisamos é fortalecer as existentes no CBMERJ e na PMERJ. Todos e todas continuaremos a participar de todos os atos relacionados aos movimentos dos Bombeiros e dos Policiais Militares, inclusive estaremos na reunião do dia 18JAN 2012, às 19:00 horas, no SINDSPREV.
O convite está feito, divulguem e compareçam, quem for só terá a ganhar.
Juntos Somos Fortes!

7 comentários:

Anônimo disse...

O DECRETO Nº 43.411 DE 10 DE JANEIRO DE 2012 provocará a quebra da precedência hierárquica, abalando um dos pilares institucionais vigentes na PMERJ: A HIERARQUIA.

O Governo do Estado do Rio de Janeiro está nivelando a tropa da PMERJ e do CBMERJ por baixo. As promoções perderam o seu valor desde a implantação do Decreto Estadual Nº 22.169/96, alterado pelo Decreto nº. 23.673/97. Para ser JUSTA, a Promoção de Praças por Tempo de Serviço deveria considerar o TEMPO NA GRADUAÇÃO, pois assim a mesma beneficiaria também os PMs promovidos por bravura ou por concursos internos para o CFC e o CFS. Assim como foi feito no Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro através do DECRETO Nº 39.109, DE 04 DE ABRIL DE 2006, será preciso também mudar o interstício dos Sargentos concursados (CFS) da PMERJ, o que valorizará a graduação de Sargento PM (situação amparada pelo princípio constitucional da isonomia).

Claudio Velloso disse...

Temos que apresentar a população fluminense a verdade da atual politica pública de segurança do atual governo do Estado. Somente a população bem informada sobre a realidade e as necessidades do dia a dia do policial fluminense é que poderão aderir ao movimento. Precisamos focar no cidadão, esse sim, poderá contribuir e muito para o êxito das reivindicações por dignidade salarial, condições humanos para o exercício da profissão e a construção de um novo sistema policial para a sociedade, A POLÍCIA CIDADÃ, LADO A LADO COM A POPULAÇÃO SERVINDO E PROTEGENDO. Juntos Somos Fortes!

Paulo Ricardo Paúl disse...

Grato pelos comentários.
Polícia cidadã tem que ser formada por cidadãos.
Juntos Somos Fortes!

Maj Marcio Garcia disse...

A população precisa saber que não ganhamos um aumento de 26%. Isso é mentira!

Paulo Ricardo Paúl disse...

É isso, Major BM Marcio Garcia, é isso!
Juntos Somos Fortes!

Anônimo disse...

SR. CEL SIMÕES....pedimos que o senhor autorize a turma 2008 a adquirir ARMA DE FOGO...Queremos ter esse direito. Lei nº 1890, de 14 de novembro de 1991 - Regulamenta o inciso IX do Art. 92 da Constituição Estadual...Aos servidores militares estaduais será permitido o porte de arma, para sua defesa pessoal e dos concidadãos, fora do horário do serviço. O bombeiro tem responsabilidade para portar arma....pode ter certeza....

Wilson César Ferreira disse...

Gostaria de saber quem passou esses valores para o Jornal o Dia, se foi por parte do governo, mais uma mentira para somar uma coletânaia de outras, no periodo de dua campanha eleitoral. MENTIRA, MENTIRA e MENTIRA. JUNTOS SOMOS IMBATÍVEIS.