quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

A HORA É ESSA - ADVOGADO MARCOS ESPÍNOLA.

A hora é essa
*Marcos Espínola
A cada final de ano é inevitável a mistura de sentimentos. Refletimos sobre o que passou e o que virá, avaliando como podemos fazer diferente e melhor. O mundo está passando por profunda transformação e embora saibamos que isso é algo constante, o momento atual nos sinaliza com mudanças significativas e que podem determinar uma nova era no cenário mundial e isso, obviamente, inclui o Brasil.
Europa em crise, Estados Unidos “mal das pernas”, a China avançando e por aí vai. Especula-se até que o Brasil está prestes a assumir o posto de 4ª economia do mundo, o que nos orgulha por um lado, mas por outro nos preocupa quando olhamos a realidade da nossa educação, saúde, segurança etc.
No entanto, ainda que por motivos esportivos, no compasso de espera da Copa do mundo de 2014 e Jogos Olímpicos de 2016, o país e mais precisamente o Rio de Janeiro está sob os holofotes e a hora é de não só mostrar toda a potencialidade como absorver o máximo de benefícios que tudo isso pode proporcionar à nação.
Somos conhecidos pela nossa beleza natural e pela característica de um povo acolhedor. Mas, em verdade, somos bem mais que isso. O Rio foi capital do país e ainda hoje é uma das maiores (senão a maior ) referência cultural e turística do Brasil e isso inclui também o cada vez mais aquecido turismo de negócios.
Como amantes da cidade fica o nosso desejo de que o ano que se inicia seja um divisor de águas para o país e para o Rio. Que nossas autoridades minimizem os interesses próprios e direcionem esforços para o crescimento sólido, trabalhando em prol do bem comum e de um crescimento uniforme de toda a nação.
*Advogado criminalista
Juntos Somos Fortes!

Um comentário:

Anônimo disse...

SÉRGIO CABRAL DESRESPEITA A PMERJ E O CBMERJ
Pagar um soldo inferior ao salário mínimo vigente é sinal de desrespeito.

Piso deveria ser R$ 2.349,26 para servidor arcar com despesas básicas.
O militar estadual (PM e BM) precisaria de um piso salarial no valor de R$ 2.349,26 (DOIS MIL, TREZENTOS E QUARENTA E NOVE REAIS E VINTE E SEIS CENTAVOS) para poder suprir as necessidades vitais básicas, de acordo com dados divulgados pelo DIEESE (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) em Dezembro de 2011 (referente ao mês de Novembro de 2011).
Amparo legal: Constituição da República Federativa do Brasil, inciso IV do artigo 7º.
http://www.dieese.org.br/rel/rac/salminMenu09-05.xml

Para o governador do Rio de Janeiro, o policial militar não tem valor nenhum!
POBRES POLICIAIS MILITARES DO RIO DE JANEIRO, POSSUIDORES DOS PIORES SALÁRIOS DO BRASIL!
E olha que o Estado do Rio de Janeiro possui a SEGUNDA MAIOR ARRECADAÇÃO DE IMPOSTOS DO BRASIL...
O QUE É FEITO COM O DINHEIRO PÚBLICO?
Desperdício de dinheiro público em 2011 com preparação para Copa chegou a R$ 776 milhões!
Não temos SAÚDE, não temos EDUCAÇÃO, não temos SEGURANÇA PÚBLICA, mas sediaremos a Copa do Mundo e as Olimpíadas. O que é mais importante?
O soldo do PM e do BM continua abaixo do salário mínimo vigente, contrariando a Constituição Federal (inciso VII do artigo 7º) e a Constituição do Estado do Rio de Janeiro (inciso I do artigo 92).

A remuneração do Bombeiro e do Policial Militar deve ser capaz de atender às necessidades vitais básicas (moradia, alimentação, educação, saúde, lazer, vestuário, higiene e transporte).
O salário mínimo necessário para o trabalhador suprir despesas básicas como alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte e lazer, como determina a Constituição Federal (artigo 7º, inciso IV), deveria ser de R$ 2.349,26 (DOIS MIL, TREZENTOS E QUARENTA E NOVE REAIS E VINTE E SEIS CENTAVOS). O cálculo foi feito pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE) em NOVEMBRO de 2011.
Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma.” (Joseph Pulitzer)
Não há no Rio de Janeiro estrutura para sediar a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016!
A remuneração inicial para o cargo de consultor legislativo é de R$ 23.826,57. Para que você possa fazer um paralelo, os Soldados da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro recebem cerca de R$ 1.200,00 por mês. O PAGAMENTO DE SOLDO INFERIOR AO VALOR DO SALÁRIO MÍNIMO VIGENTE AOS SARGENTOS, CABOS E SOLDADOS DA PMERJ E DO CBMERJ É UMA DEMONSTRAÇÃO DE DESRESPEITO.