terça-feira, 19 de julho de 2011

RIO INACREDITÁVEL: JORNAL O GLOBO BATE NO GOVERNADOR SÉRGIO CABRAL (PMDB).

"ASSALTO 5 ESTRELAS NAS BARBAS DA UPP"
(O Globo - 19 de junho de 2011)

Quem diria?
Parece até mentira, mas é verdade, a manchete acima está na primeira página do jornal O Globo dessa terça-feira.
É o Rio inacreditável.
O Globo batendo nas UPPs de Sérgio Cabral (PMDB).
Impressionante.
Sérgio Cabral (PMDB) vive tempos muito difíceis no Rio de Janeiro.
JUNTOS SOMOS FORTES!
PAULO RICARDO PAÚL
PROFESSOR E CORONEL
Ex-CORREGEDOR INTERNO

6 comentários:

Anônimo disse...

19/07/2011 08:27
Blog do Garotinho

CHEFE DE GABINETE DO SECRETÁRIO DE GOVERNO DE CABRAL É ADVOGADO DE EMPRESA QUE FRAUDOU O ESTADO

Parece incrível, inacreditável, mas é verdade. O advogado Eduardo Damian Duarte que é chefe de gabinete do secretário de Governo de Sérgio Cabral, Wilson Carlos e também advogado do PMDB – RJ é quem defende a TOESA SERVICE LTDA na acusação que lhe é imputada de superfaturamento de R$ 5.391.126,14 para prestação de serviços na manutenção de 111 veículos na secretaria estadual de Saúde. Nos autos do processo que o advogado Jamilton Moraes Damasceno move para obrigar o ressarcimento do dinheiro superfaturado aos cofres públicos, veja quem é que defende Cesar Romero, Sérgio Côrtes, Sérgio Cabral e a TOESA. É ele mesmo Eduardo Damian.

"Reprodução da Justiça Federal"

A Ação Popular mostra que dentro da secretaria estadual de Saúde, verbas federais destinadas ao combate a epidemias foram desviadas, e pede a condenação dos réus e a devolução do dinheiro. Cesar Romero, inclusive foi afastado da secretaria do cargo subsecretário por envolvimento nesse escândalo. O MP chegou a conseguir mandado de busca e apreensão na sua casa. Ele é cunhado de Sérgio Côrtes e na secretaria era o encarregado de assinar todos os papéis, para livrar o secretário de acusações futuras. Agora está provado: Cabral, Sérgio Côrtes, Cesar Romero e TOESA são uma coisa só, afinal quem os defende é o mesmo advogado, Eduardo Damian que é o representante legal do PMDB – RJ junto ao TRE e chefe de gabinete do secretário de Governo de Sérgio Cabral.

"Reprodução da Justiça Federal"

Em tempo: Para quem não está ligando o nome à pessoa, o secretário de Governo, Wilson Carlos é o amigo de Cabral da época de colégio, e que foi flagrado pela Polícia Federal, na Operação Castelo de Areia, como tendo conta em um paraíso fiscal na China.

Ricardo Oscar vilete Chudo disse...

As constantes matérias ligando Organizações GLOBO com o Governo PMDB do Estado, precisamente à Sergio Cabral, contribuiu efetivamente para queda de audiência e venda. Talvez seja hora de "tentar" reverter a situação, se houver tempo.

Anônimo disse...

O MAL POR SI SÓ SE DESTRÓI.CAIRÃO UM POR UM,HAVERÁ BRIGA ENTRE OS ÍMPIOS,GENTE QUERENDO PULAR FORA DESSE BARCO FURADO,QUE SE EXPLODAM TODOS QUE ESTÃO DO LADO DO MAL.JÁ PASSOU DA HORA,O PALÁCIO DO MAL VAI DESMORONAR,SE DEUS QUISER.E ESAREMOS AÍ PARA VER O FIM TRÁGICO DOS MELIANTES DA GRAVATA.

Anônimo disse...

MEXERAM COM DEUS E PESSOAS HONESTAS E HUMILDES,AGORA O CASTELO COMEÇARÁ A CAIR,A SUJEIRA COLOCADA DE BAIXO DO TAPETE COMEÇARÁ A APARECER E SÓ MALDIÇÃO NESSE REINO PODRE IRÁ OCORRER,MALDIÇÃO,MALDIÇÃO,MALDIÇÃO AO GOVERNO MAIS BANDIDO QUE JÁ EXISTIU.

Anônimo disse...

Falar em Jogos Mundiais Militares...

DESCASO - MILITARES FLUMINENSES NA MISÉRIA

Bombeiros e Policiais Militares do Rio de Janeiro recebem pouco mais de R$ 1.000,00 (mil reais) por mês
, quantia INSUFICIENTE PARA PAGAR AS DESPESAS BÁSICAS de sobrevivência. DIEESE VERIFICA SALÁRIO MÍNIMO NECESSÁRIO: R$ 2.293,31 (dois mil, duzentos e noventa e três reais e trinta e um centavos). Este é o PISO PARA ARCAR COM AS DESPESAS BÁSICAS, conforme orienta o Inciso IV do Artigo 7º da nossa Carta Magna!

Todas as associações da PMERJ e do CBMERJ deveriam lutar contra as GRATIFICAÇÕES. A DIGNIDADE SALARIAL para o PM e o BM do Rio de Janeiro não beneficiaria somente os Militares Estaduais, mas a sociedade fluminense como um todo. Para prestar ao cidadão um serviço público eficiente e de qualidade, os integrantes da PMERJ e do CBMERJ precisam pelo menos de um SOLDO acima do SALÁRIO MÍNIMO vigente, lembrando que o SOLDO é o SALÁRIO do MILITAR ESTADUAL.

Anônimo disse...

DIEESE divulga pesquisa de cesta básica nacional referente à junho

Em junho de 2011, o Salário Mínimo necessário, conforme o Inciso IV do Artigo 7º da Carta Magna, foi avaliado pelo DIEESE em R$ 2.297,51 (dois mil, duzentos e noventa e sete reais e cinquenta e um centavos). O valor é estimado de acordo com os dados da Pesquisa Nacional da Cesta Básica, levando em consideração o preceito constitucional que estabelece que o salário mínimo deve suprir as despesas de um trabalhador e sua família com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência.