domingo, 24 de julho de 2011

A DENÚNCIA SOBRE OS CONTRATOS DE TERCEIRIZAÇÃO DA COMPRA E MANUTENÇÃO DA FROTA DA PMERJ FOI FEITA POR MIM JUNTO AO MINISTÉRIO PÚBLICO.

"JORNAL O GLOBO
Manutenção de VW a custo de BMW
Gastos com terceirização dos veículos da Polícia Militar dariam para triplicar a frota
Publicada em 23/07/2011 às 20h24m
Fábio Vasconcellos (fabiovas@oglobo.com.br)
RIO - O projeto do governo do estado de terceirização dos carros da Polícia Militar - cujos contratos com uma única empresa somam mais de R$ 900 milhões - desembolsa, apenas com a manutenção dos carros, dinheiro suficiente para triplicar a frota. Assinado em 2007, o primeiro contrato com a Júlio Simões Transportes previa aquisição, manutenção e gestão de 578 Gols e 54 Blazers. Do total de R$ 69,8 milhões, cerca de 67% foram destinados à empresa em 30 parcelas iguais para arcar com a manutenção dos carros. A discrepância dos valores levou a 7ª Promotoria de Justiça de Defesa da Cidadania do Ministério Público estadual a instaurar um inquérito para apurar indícios de superfaturamento no negócio.
A terceirização da frota foi uma espécie de resposta ao filme "Tropa de Elite", que, em 2007, mostrou a corrupção nas oficinas que existiam nos batalhões. O projeto conseguiu mudar o aspecto dos carros da polícia e agilizou a reposição dos veículos danificados, mas tudo a um custo nunca antes visto. No primeiro contrato, que serviu de modelo para os demais, o governo pagou R$ 2.313 pela manutenção mensal de cada um dos 578 Gols. Ao fim de 30 meses - antes da prorrogação que levou o contrato a ser encerrado apenas no ano passado -, o estado desembolsou R$ 40 milhões em reparos. Com esse dinheiro, que equivale hoje a R$ 47 milhões, seria possível adquirir 1.243 novos Gols, modelo 2011, completos, com motor 1.6 - sem levar em conta o desconto que o estado poderia ganhar.
Caso optasse por trocar a frota periodicamente, o dinheiro da manutenção daria para o governo substituir os 578 Gols a cada dez meses - período no qual os carros da polícia rodam, em média, cem mil quilômetros. Em outros dois contratos (2008 e 2010), o custo unitário e mensal com a manutenção dos Gols continuou elevado: R$ 2.685 e R$ 2.892".
JUNTOS SOMOS FORTES!
PAULO RICARDO PAÚL
PROFESSOR E CORONEL
Ex-CORREGEDOR INTERNO

7 comentários:

Anônimo disse...

sexta feira morreu um sgt do 3 bpm e não saiu em nenhum jornal ou radio, dizem que foram assaltar o carro dele ! abço

Anônimo disse...

Essa farra com o dinheiro público já atingiu todos os limites. É preciso que o movimento dos bombeiros e dos professores façam manifestação em frente À ALERJ e Ministério Público. Logo após mostrar a força, é preciso apelar para que a sociedade venha junto.
Cidadão indignado que está fazendo a sua parte.

Anônimo disse...

QUE O SERVIÇO DE MANUTENÇÃO DAS VIATURAS POR MEIOS PRÓPRIOS DA PM ERA DEFICIENTE, DE FATO ERA. MAS TERCEIRIZAR O SERVIÇO DE FORMA SUPERFATURADA? AÍ, NÃO!
QUE O MINISTÉRIO PÚBLICO VÁ FUNDO NESSE CASO.

Ricardo Oscar vilete Chudo disse...

Acho que como o senhor faz a denuncia diretamente ao MP, deveriamos criar grupo para que todos, indidualmente, assumissem o compromisso de a cada denuncia, peticionar o MP. Uma andorinha não significa que já é verão, mas milhares........Certamente se não chegou, estara próximo.

Anônimo disse...

Parabéns Coronel! Graças ao senhor a notícia foi para o Jornal O Globo!


Gastos com terceirização das viaturas da PMERJ dariam para triplicar a frota!

Ministério Público investiga indícios de superfaturamento na Polícia Militar do Rio de Janeiro.

Valor é maior que o pago pela Defesa Civil! Manutenção de VW a custo de BMW?


http://oglobo.globo.com/rio/mat/2011/07/23/gastos-com-terceirizacao-dos-veiculos-da-policia-militar-dariam-para-triplicar-frota-924967194.asp

sgt treme terra disse...

PIZZA + PIZZA

Alexandre, The Great disse...

Mesmo sem o devido crédito ao autor da denúncia, vale pela publicação de mais uma falcatrua do pinóquio(o qual está ficando com a bunda de fora no meio da rua).
JSF