quinta-feira, 21 de julho de 2011

RIO DE JANEIRO: FUNCIONALISMO PÚBLICO NA SUA HORA DA VERDADE.

O funcionalismo público do Rio de Janeiro vive um momento raríssimo, uma oportunidade excepcional para alcançar os seus objetivos na direção da conquista de salários dignos e de adequadas condições de trabalho, as quais permitam a prestação de serviços públicos de boa qualidade para a sofrida população fluminense.
A hora é agora!
Perder a oportunidade seria um grande erro.
As condições são as melhores possíveis.
O governo Sérgio Cabral (PMDB) está acuado, enfraquecido e inteiramente desmoralizado junto à opinião pública, diante dos sucessivos escândalos, envolvendo a "ADA" governamental. Para quem ainda não sabe, a "ADA" governamental é composta pelos Amigos dos Amigos do Governo Sérgio Cabral (PMDB).
Basta um empurrão para esse péssimo governo, que só humilhou e difamou o funcionalismo público, cair no abismo e ser cortado de vez da vida política brasileira. As mãos que darão essa ajuda serão as nossas, as mãos dos funcionários públicos estaduais.
Nunca estivemos tão fortes, considerando as mobilizações recentes dos Bombeiros Militares e dos profissionais da Educação e da Saúde Públicas.
Atualmente, basta um mínimo de organização, para mobilizarmos dezenas de milhares de funcionários públicos nas ruas do Rio de Janeiro cobrando o fim desse governo, democraticamente.
Os professores trarão os estudantes e o povo também ombreará conosco, não suporta mais esse governo Sérgio Cabral (PMDB)
Penso que os Bombeiros são os que tem o dever de puxar essa fila, diante da sua fantástica capacidade de mobilização. Basta que marquem uma data para um grande ato público a ser realizado na Cinelândia, centro político do Brasil, convidando as demais categorias do funcionalismo público.
Sugiro o dia 05 de agosto de 2011, sexta-feira, às 18:00 horas, na Cinelândia, para ser o marco dessa nova fase do funcionalismo púbico do Rio de Janeiro.
Um funcionalismo forte capaz de cobrar as promessas de campanha dos próximos governantes e que terá a força para retirar os maus governantes, democraticamente, nas ruas do Rio de Janeiro, sempre que isso for necessário.
Esse ato marcado estrategicamente antes da viagem para Brasília na luta pela Emenda Aglutinativa 2/2010 (PEC 300 + PEC 446) aumentará geometricamente o nosso poder de negociação no Congresso Nacional e com a Presidente Dilma Rousseff.
JUNTOS SOMOS FORTES!
PAULO RICARDO PAÚL
PROFESSOR E CORONEL
Ex-CORREGEDOR INTERNO

10 comentários:

subten bm ferreira disse...

cel bom dia correm boatos de que o governador cabral está correndo da sala para a cozinha tentando impedir que seja publicada na revista VEJA uma matéria em que os caciques do PMDB os estão convidando a sair do partido. será que senhor poderia apurar e colocar em seu blog

Ricardo Oscar vilete Chudo disse...

Como dito antes, é um jogo de estratégia, onde grandes mentes fazem jogadas, iludindo o adversário a jogar contra ele próprio. No meu ver, a luta dos Bombeiros em Brasilia, se positiva, deixa a certeza de não se dever nada ao governo do Rio de Janeiro, que foi insensivel e insensato no trato da questão. Após esta vitória, o objetivo será afastar de vez a "ADA' que toma conta do Estado.

Anônimo disse...

concordo cel paul,já estou dentro,vou levar miha familia e alguns vizinhos,essa é a hora boa idéia.

Anônimo disse...

Cel paul,pude reparar no socorro as vítimas da explosão em itaguai que na ambulância dos bombeiros nao havia médico,somente praças de enfermagem,o que está acontecendo com os médicos das ambulâncias dos bombeiros?auxiliares e técnicos de enfermagem trabalhando sem médicos nas ambuâncias,isso é o cumulo do absurdo.

Anônimo disse...

Caro Cel Paul , acabei de postar(às 12:20) no site do SOS bombeiros a minha indignação com o precário apoio dado aos mestres,vez que apoio se faz com palavras mas também com ação, e por acreditar que " JUNTOS,E SOMENTE JUNTOS,SOMOS FORTES". Bem, se é verdadde que "NADA MUDOU" e que "AQUI NÃO TEM NINGUÉM CANSADO" espero da organização do site SOS bombeiros uma resposta forte e à altura. Forte abraço.
Fernando BM RJ

Anônimo disse...

A Educação Pública estadual estará nAs ruas no Domingo 9hrs da manhã,dia 24 julho, no Jardim de Alah.
Enterro de contra cheques na praia do LEBLON.
CONTAMOS COM A PRESENÇA DE TODOS.
USE PRETO, OBRIGADO!

Anônimo disse...

Neste domingo os profissionais da educação em greve há 45 dias irão denunciar seus baixos salários enterando na praia do Leblon mais de 500 cópias do contracheques de diversos profissionais estaduais da educação.
.
POPULAÇÃO CONVIDADA A PARTICIPAR
.
Precisamos de todo apoio nesse ato.
.
Concentração, a partir, das 9h no Jardim de Alah. Use preto, muito obrigado!

Anônimo disse...

Coronel, perfeita exposição.

Porém, cabe alertá-lo que o movimento dos Bombeiros "se fechou".

Até mesmo no "SOS" está difícil e absurdamente restrita a comunicação para sugestões e esclarecimentos sobre novas mobilizações.

Será que conseguiremos mobilizar a categoria (BM), sem o "aval" dos porta-vozes do movimento?

Pois, me parece, que eles não estão mais "dispostos" à participar do manifesto exigindo o "impeachment" deste governo corrupto.

Concordo que "um forte assopro" derrubaria esta quadrilha.

Anônimo disse...

21/07/2011 11:43
Blog do Garotinho

NAS ASAS DE CABRAL: A FARRA AÉREA VAI CONTINUAR

No governo Cabral todo mundo vê o Rio de cima, da janela de jatinhos da Líder Taxi Aéreo

Como poderão ler na matéria publicada hoje, no Estadão (abaixo), na última sexta-feira, o braço-direito de Cabral, o secretário da Casa Civil, Régis Fichtner assinou mais um aditivo no valor de R$ 2,95 milhões para nos próximos 12 meses, Cabral, os secretários e os assessores poderem continuar a fretar jatinhos da Líder Taxi Aéreo para viajar. A turma de Cabral não gosta de se misturar em avião de carreira. É um absurdo sem tamanho.

Cabral continua se achando intocável e desafiando a tudo, a todos, e até o bom senso. Depois de tudo o que se falou das viagens de Cabral e sua turma, a farra aérea vai continuar.

Como mostra o Estadão, no primeiro mandato de Cabral, a Líder Taxi Aéreo recebeu R$ 10,25 milhões. Isso é uma fortuna torrada sem nenhum controle, e o pior e mais grave, sem a menor necessidade. No meu governo só me lembro de ter autorizado secretário a viajar em jatinho fretado, no caso da prisão de Fernandinho Beira-Mar, quando mandei o coronel Josias Quintal para a Colômbia, a fim de trazer o traficante preso para o Rio. Quanto mais assessor como acontece no governo Cabral, como mostra a matéria

Mas como tudo nos contratos do governo Cabral tem uma história por trás, o Estadão mostra a terrível coincidência. O SECRETÁRIO RÉGIS FICHTNER ERA ADVOGADO DA LÍDER TÁXI AÉREO até assumir o cargo e depois a empresa continuou cliente do escritório de sua família, onde uma das sócias é sua irmã. Ou seja, é mais uma ação entre amigos do governo Cabral, paga com o dinheiro público. É uma farra aérea: todo mundo nas asas de Cabral!

Reprodução do jornal Estado de S.Paulo

Anônimo disse...

cel. boa tarde, o sr sabia que os policiais militares e civís do Rio Grande do Sul invadiram a sede do governo estadual ontem?
Interesante que ninguém noticiou.