domingo, 11 de março de 2012

GOVERNO SÉRGIO CABRAL: O COMBATE INTEIRAMENTE EQUIVOCADO ÀS BANDAS PODRES POLICIAIS.

O jornal O Globo publica um editorial na página 6 com o título:
"É urgente conter a banda podre no Rio" (Leiam).
Esse deve ter sido o milésimo artigo que li nos últimos anos sobre o tema. A imprensa é pródiga em reportagens sobre o assunto, enquanto isso o governo estadual é ineficaz por completo com relação ao combate às denominadas bandas podres policiais. Aliás, no Brasil os combates a qualquer forma de criminalidade alcançam resultados pífios, sobretudo quando os crimes envolvem os maus políticos, nossos criminosos mais perigosos.
O governo erra quando insiste em pagar salários miseráveis aos policiais, como eu escrevo nesse blog há mais de cinco anos, considerando que os salários miseráveis alimentam a corrupção policial. 
E, antes que vozes pouco esclarecidas no tema se ergam e digam que se ganhar mal fosse motivo para se corromper, todos os podres seriam corruptos, esclareço: Na verdade, o que alimenta a corrupção nas polícias é a conjunção de dois fatores, os salários miseráveis e as frequentes oportunidades de "tirar um por fora", oportunidades que se repetem várias vezes em um único dia de serviço. 
Eis a razão do crescimento das bandas podres nas polícias, ganhando miseravelmente, significativa parcela dos efetivos policiais cede aos oferecimentos do tráfico de drogas, do transporte alternativo clandestino, das milícias, dos motoristas com a documentação irregular, do jogo dos bichos, das clínicas de aborto, dos donos de restaurantes que pede uma segurança na hora do fechamento, etc. 
Os oferecimentos acontecem várias vezes a cada dia, repito. Portanto, pagar salários justos é a melhor forma de direcionar os efetivos para resistir e para reprimir essas práticas ilegais. Os bons salários fazem com que os policiais temam perdê-los, o que ocorre quando são expulsos de suas corporações. Enquanto, os salários forem famélicos, enquanto os rendimentos do "bico" forem maiores que o salário, o medo de perder o emprego quase não existe e as chances de resistir são menores.
Obviamente, mesmo recebendo salários excelentes, ainda assim teremos casos de corrupção policial, pois ganhar muito bem também não faz de ninguém uma pessoa honesta, caso contrário, não teríamos governadores acusados de desonestidades. Todavia, com salários justos, a corrupção policial diminuiria certamente.
Juntos Somos Fortes!

11 comentários:

Papo De Bombeiro disse...

Alem de melhorias salarias a Policia precisa intensificar a fiscalização sobre o pessoal, os oficiais mais presente nas ruas, os Subten juntos,os SGT preparados no CAS para fiscalizar controlar e emitir informação ao comando. E o Comandante com uma acessória de informação forte. hoje em dia Comandar sem informação e em tempo real se possível não da.

Anônimo disse...

Se os responsáveis pelo encarceramento dos militares estaduais em Bangu 1, não forem responsabilizados pelos atos que cometeram, incluindo nesse cenário o Governador do RJ, se foi o caso, o Poder Judiciário e o MP do RJ, FICARÃO DESMORALIZADOS PERANTE A NAÇÃO e o pior, abrirão um precedente muito grave para que tais fatos voltem a se repetir, colocando a pique o Estado Democrático de Direito, ao admitir que tais atos ditatoriais em pleno século XXI. Vamos esperar pra ver, mas estou achando o MP muito inerte até agora, parecendo até que recebeu algum pedido do Governador para se calar.

Sgt Pm jean disse...

Podem até me criticar, mas não tolero essa rede globo principalmente depois do que fizeram aos GRANDES HERÓIS NACIONAIS (RICARDO PAÚL E BOA PARTE DOS BOMBEIROS MILITARES).

Anônimo disse...

domingo, 11 de março de 2012 17:20
MAIS UM ESCÂNDALO DE SERVIDORES - FANTASMAS NO SENADO. É UM NUNCA - ACABAR DE DENÚNCIAS, E NÃO ACONTECE NADA...

http://www.tribunadaimprensa.com.br/?p=33507

Anônimo disse...

11/03/2012 11:29
Sede de vingança de Cabral exigiu que “caveiras” fossem banidos do BOPE

http://www.blogdogarotinho.com.br/lartigo.aspx?id=10318

tenente treme terra disse...

CEL, como sería o combate á corrupção aos CMT DE BTL, que por sua vez colocam os ofíciais P1, que cobram dos praças$$$ pra tirar ferías e LE, e que por sua vez (REPASSA PRA ELE$$) COMO controlar, os ofícias ind pelo CMT de btl,para comandar as CIAs, que por sua vez COBRAM$$ dos praças para trab em lug lucrat como, GAT,patamo,RP etc, e repassam para o cmt da OPM??

Karen disse...

A corrupção na Segurança Pública vem crescendo de forma assustadora, e na medida que o governo do Estado não valoriza esse profissional e continua pagando mal, os políciais da banda boa se sente desmotivados, e cada vez mais cedo, abandona a carreira abrindo espaço para os maus políciais continuarem cometendo crimes. A maioria dos bons policiais se calam para não morrer.
Essa é uma realidade perversa que a polícia do Rio de Janeiro vive e se alguma medida drástica não for tomada, daqui algum tempo teremos somente bandidos trabalhando como policiais.
Será que existe vontade política em resgatar uma polícia honesta e respeitada ou preferem continuar tratando o problema com descaso.
Precisamos de pessoas comprometidas em buscar soluções para o problema de segurança Pública no Estado do Rio de Janeiro,a população não suporta mais,clama por providências.

Anônimo disse...

NÃO ADIANTA O GOVERNADOR QUERER SABER O PATRIMÔNIO DO PRAÇA SE ATÉ O DELE MESMO NÃO É TRANSPARENTE,NEM O DO SECRETÁRIO E EU GOSTARIA DE SABER COMO VÃO FISCALIZAR OS BENS DOS OFICIAIS DESDE O 2ºTEN ATÉ O CORONEL. E MAIS ISSO DEVERIA SER EXPOSTO EM ALGUM LUGAR PARA QUE TODA A TROPA TIVESSE CONHECIMENTO, POIS EXISTEM OFICIAIS QUE NÃO ENTRARAM RICOS NA PMERJ E HOJE TEM IATE DE R$500.000,00 E A 7 ANOS ATRAZ TEVE UM CEL QUE COMPROU MADEIRAS PARA SUA RESIDÊNCIA NO VALOR DE R$80.000,00. ENTÃO COMO FISCALIZAR ESSE TIPO DE COISA AS LEI E NORMAS SÓ ALCANÇAM OS PRAÇAS. SE TIVESSEMOS QUE FAZER UMA CRUZADA PELA HONESTIDADE E DIGNIDADE, TERIAMOS QUE DESTITUIR DESDE A PRESIDENTA,PASSANDO PELO GOVERNADPR E VARIOS PARLAMENTARES,JUÍZES,PROMOTORES,OFICIAIS ATÉ CHEGAR AO SOLDADO. SE NÃO FOR ASSIM. É A MESMA COISA DE ENXUGAR GELO,ISSO TUDO NÃO PASSA DE UM ENGODO.

Anônimo disse...

no bope reza um dilema quando é algo digno.mandou um mandou geral.cade o turno unido!
o espirito d caveira é um so ate porque foi conbinado e acordado!
entao mandou 13% tem que mandar 100% enbora, ou os outros nao compartilharam deste pensamento?
agora nao é hora de se prender a 1.500,00 agora é o companherismo.
tem que forma homens para o batalhao novo . simples ,pede o regresso de todos que foram enbora ou vai todo mundo enbora!
o batalhao nao tem que ser unido?cade os dez mandamentos? cade a cançao operaçoes especias? a caveira que se usa no peito tem que seer honrada!
este nao é um caso isolado de um grupo ou equipe, todo baltalhao compartilhou do mesmo pensamento isto tem que ser honrado! caveiiiiiiiiraaaaaaaaaaaaa!
simples assim!
força e honra! sai um saiu geral!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Cel, nunca concordei com esse título "banda podre", pois se pensarmos que a PMERJ tem 70 mil homens, significa dizer que 35 mil não prestam, e isso não é verdade, pelo contrário, a maioria trabalha dignamente e se mata diariamente para exercer sua função, eu chamaria de "gomo". 1 abç. 1º Sgt EB. Selva!!!

Anônimo disse...

Que bom que o senhor que já foi corregedor agora constatou isso. Enquanto não pagarem um salário digno não terão uma PM de qualidade. Há mais de vinte e cinco anos a PM expulsa muitos dos seus integrantes e nada muda. E como se enxugasse gelo.