quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

BOMBEIROS MILITARES - ALERJ - A ÚLTIMA DESCULPA.


Prezados leitores, bom dia!
Ontem, os Bombeiros Militares realizaram uma nova reunião na ALERJ para discutir e planejar os próximos passos da mobilização. Em apertada síntese, foi decidido que eles se consideravam de luto em face da inércia do governo estadual, que após mais de oitos meses de mobilização, ainda se recusava a recebê-los para negociar; que realizarão um aquartelamento a partir dessa quarta-feira com o objetivo de conscientizar nas próximas quarenta e oito horas, o maior número de companehiros para a necessidade do comparecimento maciço dos BMs para a grande reunião que será realizada nas escadarias da ALERJ, no dia 16 DEZ 2011, sexta-feira, às 10:00 horas, na qual deliberarão sobre a possibilidade de uma paralisação.
Na verdade, pelo que tenho ouvido ao longo desses mais de oito meses de mobilização, está amadurecendo entre os Praças do Corpo de Bombeiros que sem o desencadeamento de um movimento grevista, o governo Sérgio Cabral (PMDB) não os atenderá. Tal ideia cada vez ganha mais força em face de dois motivos principais: o fato de Cabral estar ignorando os BMs e o fato de que em outros estados os Policiais e Bombeiros Militares só conseguiram os seus objetivos, após a deflagração de greves.
Caso a paralisação se concretize, cairá por terra a última desculpa dos que nunca participaram das mobilizações, alegando que só o fariam quando ocorresse a radicalização, ou seja, a greve. Diante disso, Policiais Militares e Bombeiros Militares que sempre bateram no peito dizendo que só participariam no curso de uma greve, perderão a última desculpa e só restará a eles a vergonha, o medo e a covardia.
Torço para que o governo estadual receba os Bombeiros Militares e que tudo se resolva sem a necessidade de qualquer medida extrema pelos mobilizados.
Juntos Somos Fortes!

10 comentários:

Anônimo disse...

sou pm e também só acredito na greve estive em várias manifestações ,com amigos bombeiros,e vou dizer vi alguns pm lá ,mas não contem com a pm e sim com alguns pms para auxiliar e correr atrás juntos,mas vai ser uma minoria praticamente insignificante,abraços e boa sorte aos participantes .

Ricardo Oscar vilete Chudo disse...

Vemos as conquistas em outros estados serem conquistadas com este ato extremo, a greve. Junte-se a isso a exposição negativa do governo PMDB no Rio de Janeiro que, embora "blindado" não escapará do julgamento público por suas ações/omissões que provocaram até MILHARES de mortes na população do Estado.

Anônimo disse...

Sr. Cel Paúl, Bom Dia!
Sou prima de Bombeiro e observo que infelizmente, está clara a desunião dos Militares. Na ALERJ como podemos perceber, não chega a 300 pessoas lutando por dignidade.
Eu particularmente, acho que não vai dar em nada, esse movimento após a parada que foi dada enfraqueceu muito, parece que a maioria está satisfeita com as gratificações, e quem está adorando isso tudo é o Governador.
Abraços.
Eliane - ENFERMEIRA

GISA MOURA disse...

PARABÉNS POR EXERCEREM A CIDADANIA!! ESPERO QUE TODOS OS BOMBEIROS UNIDOS LOGREM ÊXITO - BOMBEIROS DO RJ CONTINUEM LUTANDO E DEMONSTRANDO QUE SÃO CIDADAOS EM BUSCA DE DIREITOS E JUSTIÇA. FORÇA -CORAGEM - QUE DEUS OS ILUMINE HOJE E SEMPRE.

Anônimo disse...

Infelizmente só acredito numa GREVE!!

Anônimo disse...

OS ABUTRES VÃO PROMETER OUTRAS ABOBRINHAS AOS LÍDERES, E NOVAMENTE O MOVIMENTO CAIRÁ POR TERRA COMO JÁ ACONTECEU...

Anônimo disse...

Esta redução no número de bombeiros,se deve ao fato de que muitos conseguiram gratificações e se acovardaram,falaram tanto da PM e fizeram o mesmo!

Anônimo disse...

Mensagem do Comandante - 14/12/2011 Imprimir E-mail
Qua, 14 de Dezembro de 2011 13:29

Senhores e Senhoras oficiais e praças,

Este Comando completou, no último dia 04 de dezembro, seis meses na gestão de nosso Corpo de Bombeiros. Neste período, centramos as nossas ações no implemento de uma série de medidas administrativas com vistas à melhoria das condições salariais de nossa tropa. Criamos condições para a promoção de oficiais e praças, encaminhamos vários entendimentos para o fortalecimento operacional, adotamos medidas efetivas para significativos avanços na área de ensino e instrução.

Neste momento, concluímos uma proposta de mudança em nossa lei de vencimentos e trabalhamos contra o tempo numa proposta de redução dos interstícios para a promoção de praças. Em todas as nossas iniciativas, contamos com o apoio incondicional do Governador Sérgio Cabral.

Temos a convicção de que empregamos os nossos melhores esforços na busca do atendimento às nossas necessidades.

Pois agora, justo no momento em que retomamos os valores e tradições de uma Corporação Militar, evidenciando a nossa unidade corporativa, somos surpreendidos por uma nova manifestação com características de baderna, conduzida de forma leviana e irresponsável, a soldo de interesses políticos. Desta vez, a estratégia é diferente. Ao que parece, não haverá invasão, depredação do cassino de Cabos e Soldados, saque ao depósito de alimentos ou bloqueio à saída de viaturas de socorro como no passado recente.

Os representantes desta ação - que desonra a longa história desta Instituição Militar -, agora, absurdo dos absurdos, covardemente, incitam à greve.

Como Bombeiro, com uma carreira inteira dedicada à Corporação, não admito esta afronta. Afirmo, com a convicção de que tenho o apoio da tropa, que o nosso Corpo de Bombeiros não será manchado por esta desonra.

Dirijo-me a todos os Bombeiros de verdade, os que honram a nossa farda, os que respeitam a nossa história, para dizer que confio no profissionalismo e na responsabilidade que temos com esta Corporação sagrada e, principalmente, no compromisso com a sociedade.

Saibam que a única razão que me trouxe ao Comando da Corporação é o compromisso inarredável com as nossas causas e nossos ideais. Enquanto aqui estiver, lutarei incansavelmente pela melhoria de nossas condições.

Repito, não estou aqui para pedir votos. O que peço é a confiança de todos para que possamos seguir adiante em nossos legítimos propósitos.

Sérgio Simões - Coronel Bombeiro Militar
Comandante Geral do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro
CBMERJ

Alexandre, The Great disse...

O "anônimo 14 de dezembro de 2011 11:45" ou é um penca do pinóquio ou um péssimo comediante. Não precisamos de vc, seu desagregador!

Anônimo disse...

THE GREAT, CONTRAINFORMAÇÃO FAZ PARTE DA "GUERRA"... TEM MUITA GENTE NO DESESPERO, AFLITOS PORQUE SE NÃO CONTEREM A GREVE PRÓXIMA VÃO PERDER SUAS GRATIFICAÇÕES, MORDOMIAS E CARGOS QUE NEGAM SER "POLÍTICOS".
ESTÃO JOGANDO COM OS BOMBEIROS, MAS JÁ PASSARAM DA CONTA. PARABÉNS AOS BOMBEIROS, O MOVIMENTO ESTÁ AMADURECENDO E SENDO BEM CONDUZIDO!