quinta-feira, 19 de maio de 2011

BOMBEIROS PEDEM SOCORRO À POPULAÇÃO.


JUNTOS SOMOS FORTES!
PAULO RICARDO PAÚL
PROFESSOR E CORONEL
Ex-CORREGEDOR INTERNO

2 comentários:

Anônimo disse...

Cabral desrespeita a lei

De acordo com o Inciso I do Artigo 92 da Constituição do Estado do Rio de Janeiro, o governante, o administrador público, não pode pagar um SOLDO inferior ao SALÁRIO MÍNIMO vigente aos Militares Estaduais.

Cidadão, que Polícia Militar é essa que desrespeita os direitos básicos de seus homens?

O Salário Mínimo Necessário estipulado pelo DIEESE em Abril/2011 é de R$ 2.255,84 (dois mil, duzentos e cinquenta e cinco reais e oitenta e quatro centavos), conforme preceitua a Carta Magna no Artigo 7º, inciso IV.

http://www.dieese.org.br/rel/rac/salminMenu09-05.xml

Enquanto isso, o SALÁRIO DO SOLDADO DA PMERJ OU CBMERJ é a bagatela de R$ 1.031,38 (mil e trinta e um reais e trinta e oito centavos). Um absurdo!!!


O 202º aniversário da PMERJ transcorreu em silêncio, um 13 de maio mudo, algo aceitável para uma Instituição que amarga a sua pior fase na história bicentenária.

A postura populista de Sérgio Cabral é própria dos políticos sem conteúdo e, acima de tudo, sem realizações, os quais buscam obter votos através do jogo de palavras para agradar grupos numericamente expressivos.

Em mais de quatro anos de (des)governo, Sérgio Cabral não conseguiu nenhum avanço na educação, na saúde e na segurança públicas (áreas essenciais).

O ESTADO DO RIO DE JANEIRO, possuidor do maior PIB per capta da região sudeste e da segunda maior arrecadação de impostos no país, segundo o IBGE, paga aos seus militares o PIOR SALÁRIO DO BRASIL!

Paulo Ricardo Paúl disse...

Grato pelo comentário.
Juntos Somos Fortes!