terça-feira, 31 de maio de 2011

NOSSO BLOG: A VOZ DOS LEITORES.

1) Discordo PARCIALMENTE do colega em relação às DEDICs. As DEDICs têm um atendimento excelente e mostram uma boa produção de investigação(apesar de ainda poder melhorar muito). Ocorre, é que para que isto ocorra, outras unidades ficam ainda mais desfalcadas do que já estão, pois o cobertor é curto. SC faz propaganda de estar realizando concursos para a PC. Pois com todos estes concursos, atualmente hoje ainda há muito menos policiais civis do que quando ele assumiu o Governo em 2007, pois o número de exonerações/aposentadorias em muito supera as nomeações. Estimativas da própria PCERJ dizem que esta conta hoje com cerca de 20% do efetivo mínimo necessário.
Anônimo
2) Concordo com o colega. A hora é de estratégia, de inteligência. Precisamos mostrar para o Governo, mas mais ainda para a população, o tamanho do compromisso e da responsabilidade que sempre tivemos e ninguém viu, ninguém quis ver. Essa é a nossa hora. Não podemos desperdiçar esse momento com impulsividade e displicência. Eles esperam e CONTAM com um erro nosso, para mais uma vez nos desmoralizar frente a opinião pública. Nada disso,companheiros! Nossa causa é justa, é do BEM. Não nos deixemos contaminar pela imprudência, descaso e irresponsabilidade que vem de cima.
Anônimo
3) Cel PM Paul, Boa Noite! Na sexta-feira, dia 03 de junho do corrente, não tenho a menor dúvida que nós, bombeiros seremos pelo menos 10.000 na Alerj, digo isso! Pelo meu dia-a-dia com os colegas no serviço no quartel, e quando encontro em atividades fora do mesmo, para o senhor ter uma ideia, quando encontramos, primeira fala de um para o outro é automático, ou seja, fazendo uma afirmação você vai estar na sexta no movimento dignidade, o outro faz a replica e afirmando vou e vou levar comigo pelo menos 02. Entretanto, gostaria de saber de vossa senhoria se esse dia ira ser um divisor de água para nos, e principalmente, para sociedade. Contudo, confesso que tudo isso esta me deixando um pouco preocupado, tendo vista, todos estão "escorrendo sangue pelos olhos e cantos da
boca".
Marcos.
4) Sobre o que citei com relação ao CV é só vc fazer uma contextualização histórica. É só lembrar que quando a zona sul era dominada inteiramente pelo CV não existia guerra de facções. Elas começaram a partir de 2004, quando Luciano Barbosa o Lulu, chefe do tráfico na Rocinha resolveu por conta própria mudar de facção, fato que gerou a ira no CV. E em abril daquele ano, mas precisamente no feriado da semana santa o morro foi invadido por Eduino Eustáquio Araújo, o Dudu provocou a guerra de S.Conrado. Tem mais o governo do estado vem perseguindo o CV e com isso esta fortalecendo as demais facções ADA e TCP. Há quem diga que o traficante Nem tenha expandido seus negócios criminosos para Minas Gerais. O fato é que em Agosto do ano passado foi apreendido na rodovia em Juiz de Fora um carro que havia saído da Rocinha recheado de cocaína. A queima de ônibus em Belo Horizonte estaria tendo como pano de fundo, protestos de traficantes locais independentes que estariam perdendo terreno para a facção A.D.A que teria instalado uma célula na capital mineira.
Enfim. O negócio está feio e tende a piorar.
Como o Helio Vigio já dizia nos anos 80, em uma entrevista concedida ao JB em referência ao desgoverno Leonel Brizola "Fazer do policial um assistente social, nunca deu e nunca dará certo. O governador trata as favelas como reduto dele, até quando vão enganar o povo com esta história de criancinhas. Nunca Fomos tão desmoralizados." Vale lembrar que nos anos 90, o delegado Helio Vigio sofreu ameaças de perder o cargo de chefia das DAS no início da década de 90 por estar matando muitos sequestradores. O desgovernador da época era Leonel Brizola em seu segundo mandato. Aliás se você já leu CV a história secreta do crime organizado, deve ter conhecimento das ligações escusas deste político com o crime organizado. Mais isso é assunto pra outro post.
PS: Desculpe-me por ter me estendido demais.
Anônimo
5) Paúl eu lhe mandei um link ontem que tira a máscara das UPPs. Não sei se você leu, mas as UPPs não é programa de governo estadual, é programa do governo federal implantada pelo Tarso Genro e o Balesteri (ex.ministro da justiça e ex.diretor da Secretaria Nacional de Segurança Publica) é uma política PTralha.
Daí tudo se encaixa, Beltrame foi colocado aqui no RJ pra dar visibilidade a coisa, já que Beltrame é um dos alunos do ex.ministro da justiça Tarso Genro, com quem mantém estreitas relações.
O que queria que você lesse é isso aqui: Ministro da Justiça, Tarso Genro, empossou nesta sexta-feira (4) o educador Ricardo Balestreri como secretário Nacional de Segurança Pública. Especialista na área de direitos humanos, Balestreri assume o posto com o compromisso de incentivar projetos que garantam rigor nas ações policiais, mas com respeito à cidadania.
“Precisamos superar uma visão antagonista que concebe direitos humanos e polícia como inimigos. Num país democrático, os policiais devem ser protagonistas do processo civilizatório. E se o preço de deter um bandido é tirar a vida de um inocente, ele nunca deve ser pago”, ressaltou.
Outra prioridade do secretário é o investimento na formação de policiais e gestores de segurança pública. “Passamos 40 anos investindo em viaturas e armas e hoje temos esse cenário. O capital humano é a essência da segurança pública. Se não investimos na sua formação é impossível ter uma polícia preparada para proteger a população. Não gosto do termo polícia de elite, porque todos os policiais, mesmo os que trabalham nas áreas mais perigosas e distantes, têm que ter uma formação de elite”.
Segurança com cidadania
O secretário informou ainda que a Senasp só financiará a compra de armas de baixa letalidade para serem usadas pelas polícias estaduais. “Em áreas urbanas, vamos substituir armas de guerra - fuzis e metralhadoras - por armas que garantam a segurança do policial e da comunidade em volta. Vamos investir em carabinas ponto 40, que não têm poder de passar por objetos”, explicou.
Balestreri lembrou que a Senasp não é um “mero banco financiador” de projetos, mas um órgão que incentiva políticas públicas de acordo com as diretrizes do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci). “Temos clareza com o Pronasci de que o modelo que mais reduz a criminalidade ordinária, assaltos, roubos, seqüestros é o padrão de policiamento por proximidade, ou polícia comunitária. Os entes federados terão recursos federais se apresentarem projetos nessa linha”.
O discurso de Balesteri e Tarso Genro te lembrou alguém? Se você falou Beltrame acertou, pois é os três são gaúchos, militantes de esquerda e estão alinhados no processo de enfraquecer a corporação polícia militar.
O chefe da facção que hj é ex. presidente da república aproveitou-se de Sérgio capacho Cabral e também da visibilidade midiática da guerra urbana carioca e utilizou o RJ como vitrine.
E digo mais a ocupação do Alemão era um jogo de cartas marcadas.
Dá uma olhada nestas reportagens do ano de 2008:
http://www.youtube.com/watch?v=fwjU7jTozxA
http://www.youtube.com/watch?v=uTipnukmPz4
http://www.youtube.com/watch?v=RaId_FZ4YTU
Anônimo
6) Viu os links? Agora pare, pense com calma? Juntos as peças?
Pois é os ataques incendiários ocorreram no final do governo Lula, que era constantemente criticado pela deficiência na pasta segurança pública.
Hum.. uma semana depois da ocupação do alemão faz-se uma pesquisa e a aprovação no quesito segurança vai as alturas.
Detalhe você acredita mesmo que os ataques incendiários foram efetuados pela facção Comando Vermelho?
Nem nos tempos de seu apogeu o Comando Vermelho realizou ações semelhantes. Nunca o CV cometeu a atitude insana de sair incendiando automóveis em série, nem nos tempos que era liderado pelo criminoso conhecido como Francisco Viriato de Oliveira, vulgo Japonês. O CV só entrava em guerra contra aqueles que se opunham ao seu domínio como é o caso do traficante independente Adílson Balbino que decidiu não se aliar ao CV mantendo sua boca de forma independente e foi alvo constantes de ataques do CV na primeira metade dos anos 90. O Estadão publicou uma denúncia que você jamais irá ver em algum jornal carioca. Quem teria orquestrado os ataques incendiários teria sido a milícia, os amigos milicianos tocaram o terror e arranjaram uma desculpa para o Cabral botar a culpa no CV e ao mesmo tempo, Sergio Cabral puxar o saco do ex.presidente Lula, ocupando o Complexo do Alemão para garantir os avanços das obras do PAC.
Aliás você já leu a página do governo que fala sobre o PAC, aí tudo vai se encaixando...
O problema é que no RJ a imprensa esta calada e denuncia no Brasil pós 2003, virou sinônimo de risco de vida. Tanto que as emissoras de tv, todas sem exceção abandonaram o jornalismo investigativo. Talvez seja por isso que Caco Barcellos esteja servindo de professor para novos repórteres e Domingos Meireles está na geladeira da Globo desde 2008, quando o Linha Direta foi retirado do ar.
Anônimo
7) Não bastou meu post gigante.. Mas como citei, olha o que esta escrito no site do PAC Favelas. Nos anos recentes, a favela tem sido vista como o lócus da violência, representando uma ameaça à ordem social. Processou-se, no decorrer desses últimos anos, uma oposição entre favela e cidade. Nesse sentido, foi até criada uma imagem para traduzir essa oposição: a "cidade partida". Para desconstruir essa imagem, o Pacto pela Cidadania visa engajar ativamente a cidade no processo de implementação do PAC – Manguinhos, por intermédio de suas instituições e outras organizações da sociedade civil, sejam do "asfalto" ou da favela. Queremos averiguar se o processo histórico que condenou a maioria da população à pobreza e à miséria está relacionada à qualidade da ação do Estado e de seus parceiros nas favelas. Percebe-se que as políticas em curso nas áreas pobres, em qualquer um dos campos de ação, tendem a ser de baixa qualidade. Queremos fazer com que a cidade, que hoje se encontra totalmente segregada, participe dos processos de intervenção pública para que o PAC não seja mais uma obra divorciada da cidade e promova a efetiva integração da favela à cidade.
http://www.pactopelacidadania.org.br/index.php/o-projeto
Viu como tudo se encaixa UPP, Pronasci, Tarso Genro, Balesteri, Beltrame, Cabral, Lula, Alemão, etc...
Quanto mais mexe, mais fede...
Anônimo
JUNTOS SOMOS FORTES!
PAULO RICARDO PAÚL
PROFESSOR E CORONEL
Ex-CORREGEDOR INTERNO

5 comentários:

SGT/RESERVA disse...

Caro Anônimo, foi muito pertinente as suas observações, tdo que foi postado por vc traduz a pura realidade dos fatos, sendo assim acretido eu que devemos tirar partido do lado bom da coisa, que as obras são excelentes para a população do rio isso é, que a cidade deve ser reconstruída, isso é, então devemos aproveitar e mostrar ao governador que se não houver também investimento no materia huma que é de fato os responsáveis pelo cumprimento dos escritos na carta MAGNA. Que o dia 3/6 seja para os componentes que servem a população através da secretária de segura o dia do BASTA. Cont....

SGT DA RESERVA disse...

Cont. Que dizer também que devemos demostrar para oda sociedade que segurança publica bem remunerada e sinônimo expurgo e não tolerancia com quem quer que seja que estiver infringindo as LEIS. a MORAL e os BONS COSTUMES. Um forte Abraço.

Obs.: se os preceitos das Leis forem bem fiscalizados com certeza o grau de corrupção será menor em qualquer que seja a camada SOCIAL.

Anônimo disse...

O Estado do Rio de Janeiro, possuidor do maior PIB per capta da região sudeste e da SEGUNDA MAIOR ARRECADAÇÃO de impostos do Brasil, precisa com urgência definir uma política salarial compatível com a importância da Polícia Militar. A insatisfação da classe militar com os baixos soldos aumenta a cada dia. O combate à criminalidade passa, antes de tudo, pela VALORIZAÇÃO DO POLICIAL MILITAR.

A questão salarial merece especial atenção, pois os soldos da PMERJ e do CBMERJ já estão muito defasados. É inaceitável que um PM receba um SOLDO abaixo do SALÁRIO MÍNIMO vigente! Nós, cidadãos fluminenses, devemos nos mobilizar e unir forças contra essa desvalorização! É preciso resgatar o poder de compra do Militar Estadual, para que ele possa ter o mínimo de dignidade.

O MENOR SOLDO NÃO PODE SER INFERIOR A R$ 545,00 (QUINHENTOS E QUARENTA E CINCO REAIS)! UM DOS PRINCIPAIS FATORES DE ESTRESSE VIVENCIADOS PELOS POLICIAIS MILITARES DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO É O SOLDO, CONSIDERADO INJUSTO E INSUFICIENTE (O SOLDO É O SALÁRIO DO POLICIAL MILITAR).

OS POLICIAIS MILITARES FLUMINENSES SÓ QUEREM UM SOLDO DIGNO, UM SALÁRIO QUE OS POSSIBILITE VIVER E TRABALHAR COM DIGNIDADE. NADA DE GRATIFICAÇÕES, BONIFICAÇÕES TEMPORÁRIAS! SERVIÇOS ESSENCIAIS PRECISAM SER TRATADOS COMO SERVIÇOS ESSENCIAIS. SEM A POLÍCIA MILITAR, NÃO HÁ CIVILIZAÇÃO.

Anônimo disse...

PMERJ e CBMERJ - pior salário do país (MAIO/2011)

CORONEL - R$ 7.744,18
TEN CEL - R$ 6.520,93
MAJOR - R$ 4.928
CAPITÃO - R$ 3.691,81
1º TEN - R$ 3.189,40
2º TEN - R$ 2.749,19
ASP OF - R$ 2.292,31
AL OF - R$ 984,30 (SOLDO INFERIOR AO MÍNIMO)
SUBTEN - R$ 2.892,13
1º SGT - R$ 2.566,09
2º SGT - R$ 2.246,05 (SOLDO INFERIOR AO MÍNIMO)
3º SGT - R$ 1.967,36 (SOLDO INFERIOR AO MÍNIMO)
CABO - R$ 1.429,30 (SOLDO INFERIOR AO MÍNIMO)
SOLDADO - R$ 1.085,98 (SOLDO INFERIOR AO MÍNIMO)
AL SD - R$ 705,09 (SOLDO INFERIOR AO MÍNIMO)


http://3.bp.blogspot.com/-ne34o4qJD-M/TbcXlZiIt1I/AAAAAAAAAic/OXMGVBTwJtY/s1600/Sem+t%25C3%25ADtulo.png


CONFIRA a Tabela Salarial dos Soldados das POLÍCIAS MILITARES e dos CORPOS DE BOMBEIROS MILITARES do Brasil (em Início de Carreira)

EM ORDEM DO MAIOR PARA O MENOR SALÁRIO PAGO:

01º - Brasília - R$ 4.464,11
02º - Sergipe – R$ 3.212.00
03º - Goiás – R$ 3.022.00
04º - Mato Grosso do Sul – R$ 2.376.00
05º – São Paulo – R$ 2.370.00
06º – Paraná – R$ 2.328,00 1
07º - Amapá – R$ 2.270.00
08º – Minas Gerais - R$ 2.241.00
09º - Maranhão– R$ 2.237.39
10º – Bahia – inicial - R$ 2.127.00
11º - Tocantins – R$ 2.072.00
12º - Alagoas - R$ 2.018.56
13º - Rio Grande do Norte – R$ 2.015.00
14º - Espírito Santo – R$ 2.001.14
15º - Mato Grosso – R$ 1.979.00
16º - Santa Catarina – R$ 1.800.00
17º - Amazonas – R$ 1.746.00
18º - Ceará – R$ 1.729,00
19º - Roraima – R$ 1.726.91
20º - Piauí – R$ 1.572.00
21º - Pernambuco – R$ 1.531.00
22º - Acre – R$ 1.499.81
23º - Paraíba – R$ 1.497.88
24º - Rondônia – R$ 1.451.00
25º - Pará – R$ 1.415,00
26º - Rio Grande do Sul – R$ 1.372.00
27º - Rio de Janeiro - R$ 1.085,98


Abril/2011

Salário Mínimo Necessário: R$ 2.255,84 (Constituição da República Federativa do Brasil, artigo 7º, inciso IV).

http://www.dieese.org.br/rel/rac/salminMenu09-05.xml

Anônimo disse...

PMERJ e CBMERJ - pior salário do país (MAIO/2011):

2º SGT - R$ 2.246,05 (SOLDO INFERIOR AO MÍNIMO)
3º SGT - R$ 1.967,36 (SOLDO INFERIOR AO MÍNIMO)
CABO - R$ 1.429,30 (SOLDO INFERIOR AO MÍNIMO)
SOLDADO - R$ 1.085,98 (SOLDO INFERIOR AO MÍNIMO)
AL OF - R$ 984,30 (SOLDO INFERIOR AO MÍNIMO)
AL SD - R$ 705,09 (SOLDO INFERIOR AO MÍNIMO)

http://3.bp.blogspot.com/-ne34o4qJD-M/TbcXlZiIt1I/AAAAAAAAAic/OXMGVBTwJtY/s1600/Sem+t%25C3%25ADtulo.png