terça-feira, 31 de maio de 2011

A MAQUIAGEM DE BELTRAME E A MORTE DE MAIS UM HERÓI.

O secretário de segurança do Rio de Janeiro, o delegado de Polícia Federal José Mariano Benicá Beltrame está se transformando em um grande artista.
Eu o conheci em 2007, um homem que passava seriedade e que afirmava que resistiria às pressões dos interesses políticos, que várias vezes disse na presença de vários Coronéis de Polícia que largaria tudo diante do desinteresse do governador Sérgio Cabral (PMBD) em valorizar os Policiais Militares.
O tempo passou e Beltrame mudou muito, hoje é um verdadeiro artista político, como as entrevistas nos jornais O Globo e O Dia desse domingo comprovaram.
Segue fazendo uma maquiagem no Rio de Janeiro, instalando Super GPAEs (UPPs) em locais de interesse político e TRANSFERINDO TRAFICANTES E SEUS FUZIS para regiões politicamente menos importantes do Rio de Janeiro, algo que em qualquer país minimamente civilizado já teria custado a sua cadeira e o teria colocado no banco dos réus.
Ontem, uma das vítimas dessa maquiagem foi um amigo, o Soldado BRUNO do 19
o BPM, assassinado por traficantes de uma dessas regiões menos importantes politicamente.
Bruno se mostrou um jovem idealista e destemido, lutou para tentar mudar a triste realidade da Polícia Militar, sempre ombreando conosco nas tudas por cidadania, inclusive na atual luta iniciada pelos Bombeiros Militares.
Ele foi um dos criadores do Movimento Luz Azul que tenta politizar a tropa da PMERJ.
Na semana passada conversei por um bom tempo com Bruno no 19
o BPM, ele me contou vários planos e me convidou para criarmos uma rádio pela internet para divulgarmos a nossa luta.
Bruno foi um guerreiro, melhor, Bruno é um guerreiro.
Bruno é mais uma vítima da condução meramente política da segurança pública no Rio de Janeiro, uma pasta que deveria ser conduzida por um técnico, mas que caiu nas mãos de um artista, que ao que tudo indica foi imposto pela República Riograndense ao governador Sérgio Cabral.
O GLOBO
Policial morto na Pedreira havia parado por falta de combustível

Renata Leite
RIO - Um policial militar do serviço reservado do 19º BPM (Copacabana) foi morto, no início da noite desta segunda-feira, por bandidos do Complexo da Pedreira, em Costa Barros, Zona Norte do Rio. O soldado Marcos Vinícius Saldanha voltava para casa com outro policial lotado no mesmo batalhão quando a gasolina do veículo acabou. Ele foi a um posto de gasolina comprar mais combustível, quando bandidos viram que Saldanha estava armado e o levaram para dentro da comunidade. O soldado foi morto a tiros, e o corpo deixado dentro do complexo.
O colega de Saldanha, que ficou dentro do carro, não foi visto pelos bandidos. O veículo ficou parado próximo ao Hospital Municipal Ronaldo Gazolla (HMRG), em Acari. O corpo do PM já foi retirado do local.
Segundo a comandante do 19º BPM (Copacabana), tenente-coronel Cláudia Lovain, neste momento, agentes do Bope, do 9º BPM (Rocha Miranda) e do 41º BPM (Irajá) realizam uma operação na favela com blindados.
JUNTOS SOMOS FORTES!
PAULO RICARDO PAÚL
PROFESSOR E CORONEL
Ex-CORREGEDOR INTERNO

7 comentários:

Claudio disse...

Para eles não há problema com policiais morrendo, pois basta abrir novo concurso!Entra dinheiro para o Estado e cobre a falta do policial morto é muito simples!!

CHRISTINA ANTUNES FREITAS disse...

Sr.Cel Paúl:

Lamento muito a morte do Policial Militar, e espero que o Governo por sabê-lo como um batalhador da causa por melhores condições salariais e de trabalho, não distorça a verdade sobre a sua morte.
Tenho certeza que o Soldado Bruno está sendo amparado, e que nosso Pai o acolheu, amorosamente.

Abraço fraterno,
CHRISTINA ANTUNES FREITAS

Anônimo disse...

Fico muito triste!!! o Bruno ombreava em nossas LUTAS!!!
Infelizmente tenho que mostrar aos colegas PMs o quanto é tênue a linha que nos separa da ativa para a inatividade,é provável que o Bruno tenha deixado algum dependente...e agora?
O Bruno tinha consciência da importância da DIGNIDADE profissional !!!!
JSF
Nobre Guerreiro.
JSF

Anônimo disse...

O Estado do Rio de Janeiro, possuidor do maior PIB per capta da região sudeste e da SEGUNDA MAIOR ARRECADAÇÃO de impostos do Brasil, precisa com urgência definir uma política salarial compatível com a importância da Polícia Militar. A insatisfação da classe militar com os baixos soldos aumenta a cada dia. O combate à criminalidade passa, antes de tudo, pela VALORIZAÇÃO DO POLICIAL MILITAR.

A questão salarial merece especial atenção, pois os soldos da PMERJ e do CBMERJ já estão muito defasados. É inaceitável que um PM receba um SOLDO abaixo do SALÁRIO MÍNIMO vigente! Nós, cidadãos fluminenses, devemos nos mobilizar e unir forças contra essa desvalorização! É preciso resgatar o poder de compra do Militar Estadual, para que ele possa ter o mínimo de dignidade.

O MENOR SOLDO NÃO PODE SER INFERIOR A R$ 545,00 (QUINHENTOS E QUARENTA E CINCO REAIS)! UM DOS PRINCIPAIS FATORES DE ESTRESSE VIVENCIADOS PELOS POLICIAIS MILITARES DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO É O SOLDO, CONSIDERADO INJUSTO E INSUFICIENTE (O SOLDO É O SALÁRIO DO POLICIAL MILITAR).

OS POLICIAIS MILITARES FLUMINENSES SÓ QUEREM UM SOLDO DIGNO, UM SALÁRIO QUE OS POSSIBILITE VIVER E TRABALHAR COM DIGNIDADE. NADA DE GRATIFICAÇÕES, BONIFICAÇÕES TEMPORÁRIAS! SERVIÇOS ESSENCIAIS PRECISAM SER TRATADOS COMO SERVIÇOS ESSENCIAIS. SEM A POLÍCIA MILITAR, NÃO HÁ CIVILIZAÇÃO.

Anônimo disse...

PMERJ e CBMERJ - pior salário do país (MAIO/2011)

CORONEL - R$ 7.744,18
TEN CEL - R$ 6.520,93
MAJOR - R$ 4.928
CAPITÃO - R$ 3.691,81
1º TEN - R$ 3.189,40
2º TEN - R$ 2.749,19
ASP OF - R$ 2.292,31
AL OF - R$ 984,30 (SOLDO INFERIOR AO MÍNIMO)
SUBTEN - R$ 2.892,13
1º SGT - R$ 2.566,09
2º SGT - R$ 2.246,05 (SOLDO INFERIOR AO MÍNIMO)
3º SGT - R$ 1.967,36 (SOLDO INFERIOR AO MÍNIMO)
CABO - R$ 1.429,30 (SOLDO INFERIOR AO MÍNIMO)
SOLDADO - R$ 1.085,98 (SOLDO INFERIOR AO MÍNIMO)
AL SD - R$ 705,09 (SOLDO INFERIOR AO MÍNIMO)


http://3.bp.blogspot.com/-ne34o4qJD-M/TbcXlZiIt1I/AAAAAAAAAic/OXMGVBTwJtY/s1600/Sem+t%25C3%25ADtulo.png


CONFIRA a Tabela Salarial dos Soldados das POLÍCIAS MILITARES e dos CORPOS DE BOMBEIROS MILITARES do Brasil (em Início de Carreira)

EM ORDEM DO MAIOR PARA O MENOR SALÁRIO PAGO:

01º - Brasília - R$ 4.464,11
02º - Sergipe – R$ 3.212.00
03º - Goiás – R$ 3.022.00
04º - Mato Grosso do Sul – R$ 2.376.00
05º – São Paulo – R$ 2.370.00
06º – Paraná – R$ 2.328,00 1
07º - Amapá – R$ 2.270.00
08º – Minas Gerais - R$ 2.241.00
09º - Maranhão– R$ 2.237.39
10º – Bahia – inicial - R$ 2.127.00
11º - Tocantins – R$ 2.072.00
12º - Alagoas - R$ 2.018.56
13º - Rio Grande do Norte – R$ 2.015.00
14º - Espírito Santo – R$ 2.001.14
15º - Mato Grosso – R$ 1.979.00
16º - Santa Catarina – R$ 1.800.00
17º - Amazonas – R$ 1.746.00
18º - Ceará – R$ 1.729,00
19º - Roraima – R$ 1.726.91
20º - Piauí – R$ 1.572.00
21º - Pernambuco – R$ 1.531.00
22º - Acre – R$ 1.499.81
23º - Paraíba – R$ 1.497.88
24º - Rondônia – R$ 1.451.00
25º - Pará – R$ 1.415,00
26º - Rio Grande do Sul – R$ 1.372.00
27º - Rio de Janeiro - R$ 1.085,98


Abril/2011

Salário Mínimo Necessário: R$ 2.255,84 (Constituição da República Federativa do Brasil, artigo 7º, inciso IV).

http://www.dieese.org.br/rel/rac/salminMenu09-05.xml

Anônimo disse...

PMERJ e CBMERJ - pior salário do país (MAIO/2011):

2º SGT - R$ 2.246,05 (SOLDO INFERIOR AO MÍNIMO)
3º SGT - R$ 1.967,36 (SOLDO INFERIOR AO MÍNIMO)
CABO - R$ 1.429,30 (SOLDO INFERIOR AO MÍNIMO)
SOLDADO - R$ 1.085,98 (SOLDO INFERIOR AO MÍNIMO)
AL OF - R$ 984,30 (SOLDO INFERIOR AO MÍNIMO)
AL SD - R$ 705,09 (SOLDO INFERIOR AO MÍNIMO)

http://3.bp.blogspot.com/-ne34o4qJD-M/TbcXlZiIt1I/AAAAAAAAAic/OXMGVBTwJtY/s1600/Sem+t%25C3%25ADtulo.png

Rose Mary Motta Prado disse...

Muito triste!
Estou rezando pela família do policial e torcendo para que os criminosos sejam encontrados o quanto antes e levados a justiça.
Aliás deviam haver leis mais rígidas para assassinos de policiais!