quinta-feira, 27 de outubro de 2011

POLICIAIS MILITARES RECLAMAM DE OMISSÃO DOS INTEGRANTES DO EXÉRCITO NO COMPLEXO DO ALEMÃO.

REDE BANDEIRANTES:


JUNTOS SOMOS FORTES!
PAULO RICARDO PAÚL
PROFESSOR E CORONEL
Ex-CORREGEDOR INTERNO

15 comentários:

Anônimo disse...

Fala Pául,blz?

Você deu uma olhada no vídeo do advogado explicando o famigerado PNDH-3, vale a pena o senhor dar uma conferida.. principalmente nessa parte aqui
http://www.youtube.com/watch?v=Re6wSoWlXm0&feature=related
eixo orientador IV diretriz 11 (veja o video a partir de 00:53)

Propor alteração do texto constitucional de modo a considerar as policias militares nao mais como forças auxiliares do exército mantendo-as apenas como força de reserva.

grande abraço
rj_total

Anônimo disse...

Estado pagará horas extras a bombeiro que excedeu 40 horas mensais
O ESTADO, EM APELAÇÃO, ALEGOU QUE MILITARES NÃO TÊM DIREITO AO PAGAMENTO DE HORAS EXTRAS
Fonte | TJSC
A 4ª Câmara de Direito Público do TJ manteve sentença da comarca da Capital, que condenou o Estado de Santa Catarina ao pagamento, em benefício de M. C., de horas extras despendidas no trabalho. O autor, bombeiro militar, sustentou em juízo que teve de exceder, por mais de cinco anos, o limite de 40 horas mensais de trabalho, sem receber por isso. O Estado, em apelação, alegou que militares não têm direito ao pagamento de horas extras.

“Comprovado o trabalho além da jornada normal, tem o militar estadual o direito ao pagamento pelas horas extras realizadas, mesmo aquelas que excedem as quarenta (40) horas mensais previstas como limite máximo, em decreto limitador, uma vez que o Estado não pode locupletar-se indevidamente à custa do trabalho alheio sem quebrar o princípio da moralidade”, sentenciou o relator da matéria, desembargador Jaime Ramos. A votação foi unânime.


Ap. Cív. n. 2011.062155-4

milton disse...

É SÓ OLHARMOS PARA O "COMPLEXO" DO ALEMÃO PRA ENXERGARMOS A IMPOSSIBILIDADE DE SE PATRULHAR AQUELA LOCALIDADE!SÓ OS HIPÓCRITAS DE PLANTÃO NÃO CONCORDARÃO.UM LOCAL CHEIO DE VIELAS ESTRERITAS,ONDE SE ENTRA EM UMA CASA E SAI EM OUTRA, ACLIVES IMENSOS,NÃO SE PODE TRAFEGAR COM VIATURAS E O PTR. FICA LIMITADO AS GUARNIÇÕES A PÉ,INCLUSIVE PREJUDICANDO O TRABALHO DAS SUPÉRVISÕES E DE OUTROS SERVIÇOS PUBLICOS, O QUE QUE SE FAZ???UM TELEFÉRICO,QUE CUSTOU NÃO SEI QUANTOS MILHÕES DE REAIS.APÓS A "PACIFICAÇÃO" O QUE TERIA QUE ACONTECER ALI TERIA QUE SER UMA GRANDE OBRA DE REESRTRTUTURAÇÃO URBANA,ONDE AS PESSOAS PASSASSEM A MORAR EM CONDIÇÕES DIGNAS E SE PUDESSE URBANIZAR O LOCAL DANDO ACESSO A VIATURAS DE TODA A SORTE,INCLUSIVE BOMBEIROS E AMBULANCIAS.E NÃO ME VENHAM FALAR DA IMPOSSIBILIDADE DE IMPLEMENTAÇÃO.POIS NO ESTADO DE SÃO PAULO,UM PROJETO TRAZIDO DA ÁSIA POR PAULO MALUF,CHAMMADO PROJETO SINGAPURA DEU ÓTIMOS RESULTADOS NESSE ASPECTO,TANTO É QUE FOI RETOMADO PELO ATUAL GOVERNO.É PURA FALTA DE VONTADE POLITICA,PORQUE DINHEIRO NÃO TEM FALTADO,O QUE TEM FALTADO SIM É VERGONHNA NA CARA!!!!!!!

Anônimo disse...

Olá Coronel. Como andam as vendas de seu livro? Muitos milhares de exemplares vendidos?

Zé.

Anônimo disse...

Cabral quer tirar policiais de batalhões para aumentar efetivo nas ruas
Segundo o governador, o conceito de aquartelamento está 'completamente equivocado'
POR JOÃO PAULO GONDIM

Rio - O governador Sérgio Cabral (PMDB) anunciou nesta quinta-feira o fim do que considera "conceito de aquartelamento" na Polícia Militar. A declaração foi dada na cerimônia de formatura de 499 soldados, no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP), em Sulacap, na Zona Oeste. De acordo com ele, até o fim da sua gestão - em 31 de dezembro de 2014 - haverá o enxugamento de policiais em serviços administrativos para, em troca, aumentar o policiamento ostensivo. "O conceito de aquartelamento, com batalhão de bairros, está absolutamente em desacordo com a função da polícia. É algo completamente equivocado. Não há isso nas polícias de Los Angeles, Nova York, Madri e Paris, por exemplo. Policial tem que ficar na rua. Quem fica em quartel é militar das Forças Armadas, cuja função é lutar contra o inimigo externo", afirmou o peemedebista.

UPP da Mangueira no dia 3 de novembro

Segundo o governador, três bases vão servir de modelo para essa experiência: 6º BPM (Tijuca), 2º BPM (Botafogo) e Quartel-General, que fica no Centro. Cabral disse também a data de inauguração da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Mangueira, na Zona Norte: 3 de novembro.

Nessa mesma ocasião, os moradores da comunidade vão contar com um serviço de televisão a cabo, com 40 canais, nos mesmos moldes da Penha e do Complexo do Alemão. O comandante-geral da PM, Coronel Erir Ribeiro da Costa Filha, afirmou que todos os formandos desta quinta vão ser lotados na nova unidade. A Secretaria de Segurança, no entanto, disse que o efetivo dessa UPP será de 403 policiais.

Cabral aproveitou a cerimônia para outros anúncios: a intenção de formar cerca de 500 policiais por mês, até chegar a julho de 2012 com 7 mil homens para as UPPs, a renovação de viaturas, com toda a frota com ar condicionado - mas sem estabelecer prazo - e o fornecimento anual, pela corporação, de uniformes para os PMs.

Será que os policiais de Los Angeles, Nova Yorque, Paris e Madri também recebem o vergonhoso salário que nós recebemos por aqui? Eu acho que não.

Compartilho esta indagação para filosofar sobre tal tema.

Anônimo disse...

CORONEL PAULO RICARDO PAÚL PRESTA BEM ATENÇÃO A ESTE COMENTÁRIO. QUANDO TERMINAR O MANDATO DO GOVERNADOR SÉRGIO CABRAL NO RJ OS LUGARES ONDE ESTÃO INSTALADAS AS UPPS VAM FICAR TOTALMENTE ABANDONADAS A MERCÊ DA VAGABUNDAGEM ONDE OS PMS VAM FICAR ENCURRALADOS PELOS MALFEITORES VAM FICAR EM UM BECO SEM SAÍDA, SUJEITOS ATÉ MORREREM. SABEM PORQUE? NÃO SE SABE SE O PRÓXIMO GOVERNADOR DO ESTADO VAI DAR CONTINUIDADE AS UPPS OU NÃO. DAÍ ONDE OS POLICIAIS PASSARÃO POR PERIGO DE MORTE. ESTÁ FEITO UM ALERTA.

Anônimo disse...

Quem Fiscaliza As Engenharias do CBMERJ? Os Deputados?
Lembram desta Postagem?

Delegado diz que CBMERJ Tem Culpa no Cartório.
http://denunciadasilva.blogspot.com/2011/10/delegado-diz-que-cbmerj-tem-culpa-no.html
Prefeitura e bombeiros podem ter culpa
na explosão em restaurante, diz delegado
Para Bonfim, prefeitura e bombeiros não poderiam autorizar funcionamento do restaurante.
Bruno Rousso, do R7 | 18/10/2011 às 22h02. O delegado Antônio Bonfim, adjunto da Delegacia da Mem de Sá (5ª DP), disse nesta terça-feira (18) que a culpa pelo acidente, que matou três pessoas e deixou outras 17 feridas, pode ser atribuída a três partes: ao dono do estabelecimento Carlos Rogério Amaral, à Prefeitura do Rio e ao Corpo de Bombeiros.

Depois de quase 01 mês, o CBMERJ decide enfim tomar as medidas cabíveis para que tragédias como a do restaurante Filé Carioca na praça tiradentes não aconteçam mais, porém como diz o ditado, “Colocar Grades nas Janelas depois de Arrombadas”, mas o que recebemos define bem, como os órgãos competentes estavam totalmente perdidos quanto ao assunto GLP, e só agora foram formadas normas e diretrizes quanto ao assunto, o CBMERJ publica em seu boletim hoje, o que deveria estar antes da explosão que culminou na morte de inocentes, ADITAMENTO ADMINISTRATIVO DE SERVIÇOS TÉCNICOS Nº 02 – SISTEMA DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO DIRIGIDO PELA DGST – DIRETRIZES PARA A EXECUÇÃO DO SERVIÇO DE ISCALIZAÇÃO DAS CONDIÇÕES DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO DEEDIFICAÇÕES – NOTA DGST 271/2011.
A prefeitura de contra partida determinou a mudança das leis, o proprietário como prêmio por sua irresponsabilidade perde seu patrimônio e responde na justiça, se não fosse o descaso que o povo do Rio de Janeiro sofre, diríamos que seria normal, mas não é, prova disto é o email que nos mandaram, vejam.

Prezados Oficiais Chefes de SSTs,

Reiterando as mensagens enviadas em 19, 20, 25 e 26 Out 2011, a DGST informa que, impreterivelmente até o final do expediente de amanhã, 27 Out 2011, todas as SSTs deverão enviar à DGST dgst.controle@cbmerj.rj.gov.br) uma relação com, no mínimo, 10 (dez) logradouros existentes nas respectivas áreas de atuação que sejam considerados pontos críticos no que diz respeito à concentração de restaurantes e estabelecimentos similares que empreguem gás liquefeito de petróleo em recipientes no desenvolvimento das suas atividades.

Informamos que, até o presente momento, somente as seguintes OBMs atenderam à solicitação da DGST, o que deveria ter ocorrido até as 12:00h do dia 21 Out 2011, a saber:
1º GBM - Humaitá;
2º GBM - Méier;
3º GBM - Niterói;
4º GBM - Nova Iguaçu;
5º GBM - Campos dos Goytacazes;
7º GBM - Barra Mansa;
8º GBM - Campinho;
9º GBM - Macaé;
DBM 1/9 - Casimiro de Abreu;
10º GBM - Angra dos Reis;
12º GBM - Jacarepaguá;
14º GBM - Duque de Caxias;
16º GBM - Teresópolis;
17º GBM - Copacabana;
18º GBM - Cabo Frio;
19º GBM - Ilha do Governador;
22º GBM - Volta Redonda;
23º GBM - Resende;
24º GBM - Resende;
27º GBM - Araruama;
2º GSFMA - Magé;
GOCG - Centro.
Pedimos a colaboração de todos no sentido de que avisem aos companheiros do 6º GBM - Nova Friburgo, 11º GBM - Vila Isabel, 13º GBM - Campo Grande, 15º GBM - Petrópolis, 20º GBM - São Gonçalo, 21º GBM - Itaperuna, 26º GBM - Paraty e 28º GBM - Penha que os mesmos, aparentemente, estão com tal pendência junto à DGST.

Como podemos ver, não havia até o momento da explosão nenhuma diretriz de como agir por parte do CBMERJ, lembramos que este mapa com os 10 restaurantes de cada região, ainda não é o suficiente para a prevenção, não fosse também a falta de fiscalização das autoridades competentes nas sessões de engenharias dos quarteis de bombeiros, talvez os inocentes mortos na explosão ainda estariam entre nós.

Obs. Deputados e Senhores da ALERJ, Vamos Trabalhar um Pouco Mais!

Papo De Bombeiro disse...

PM brasileiro domina 1.500 m, quase deixa o ouro escapar, mas fatura na "foto"
Postado por Moderador em 27 outubro 2011 às 12:00Enviar mensagem Exibir blog
O policial militar Leandro Prates quase deixou o ouro escapar nos últimos metros, mas comemorou o primeiro lugar na final dos 1.500 m nesta quarta-feira, pelo Pan de Guadalajara. A vibração, contudo, precisou esperar. Ele só recebeu a confirmação do primeiro lugar pelo “photo finish”. “Podem recorrer, só sei que fiz a minha parte da melhor forma possível. Queria muito levar uma medalha para o Brasil. Estou muito feliz.”
Leandro não terá muito tempo para festejar. Na próxima segunda-feira, o soldado já se apresenta ao quartel para trabalhar na guarda. O afastamento para competir no Pan de Guadalajara termina nesta semana.
“Tenho que agradecer meus companheiros de polícia, pois enquanto estive treinando nos últimos dias, eles estavam lá trabalhando”, emendou o brasileiro, que também já foi metalúrgico e dentro da polícia ficou um ano e meio atendendo chamadas de emergência no 190.
A função de PM o ajudou no atletismo. Exceção feita à dificuldade de conciliar as duas atividades, o fato de a polícia exigir um bom físico no ingresso de novos funcionários contribuiu.
“O policial precisa estar bem fisicamente para poder atender uma ocorrência e servir a população, então existe uma relação muito grande. Hoje é difícil conciliar as duas coisas, mas eu consigo. Agora sonho em baixar meu índice para tentar a vaga olímpica”, projetou ele, buscando tirar de três a quatro segundos de sua atual marca.
Nesta quarta, Leandro por pouco não repetiu um erro antigo: olhar demais para os rivais e perder a prova. O equatoriano Byron Piedra foi apenas um centésimo mais lento.
“Antes eu ficava muito preocupado em olhar para trás e acabava perdendo, mas hoje me concentrei em não fazer isso. Quando fui olhar para ver os rivais, já estava em cima da linha”, explicou.


FONTE: http://www.policialbr.com/profiles/blogs/pm-brasileiro-domina-1-500-m-quase-deixa-o-ouro-escapar-mas-fatur#ixzz1c1B2LCQN
http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/
Under Creative Commons License: Attribution

Anônimo disse...

E aproveitando a oportunidade, dia 30 às 10 horas no Posto 12 - Leblon - Terá o " FORA CABRAL", os bombeiros fizeram a curva e nós " A POPULAÇÃO " NEM UM PASSO DAREMOS ATRÁS!!!

FORA CABRAL disse...

ATO " FORA CABRAL" FIRME E FORTE DIA 30!!!
http://cabralnuncamais.blogspot.com/2011/10/fora-cabral-continua-firme-e-forte.html

Anônimo disse...

reinoso você está velho e ultrapassado,me lembro em caxias que só por que um enfermeiro andré(cabo)tomou água no seu copo de vidro,por que não sabia de quem era mas mesmo assim pediu desculpas voCÊS quiz prende-lo,sempre foi um sargento frouxo e puxa saco de oficiais,ogora quer dar uma de bonzinho,através do papo de bombeiro,que por sinal é pouco frequentado,sub ten oberdan.

Anônimo disse...

27/10/2011
TCU INVESTIGA RELAÇÕES DA VIVA RIO
COM O ESPORTE

A ONG Viva Rio é citada no Tribunal de Contas da União em pelo menos 14 processos sobre a aplicação de recursos federais. Em um dos casos mais significativos, a ONG - queridinha dos adeptos de discursos politicamente corretos - obteve verbas públicas para assistir a 50.248 crianças, em um programa do Ministério do Esporte, mas auditores do TCU só encontraram 34 mil cadastradas.

LUPA OLÍMPICA
O processo 7.261/1997-7 cita irregularidades encontradas em convênio da Viva Rio nos projetos Rio Olímpico e com o Comitê Paraolímpico.

NÃO ATENDEU
Investigada também pelo pagamento de serviços que não teriam sido realizados, a Viva Rio não atendeu os telefonemas da coluna.

http://claudiohumberto.tecnologia.ws/principal/

Anônimo disse...

Como de costume, Cabral só fala besteira. Não entende de assunto algum sério. Policiamento não é política, depende de planejamento, de controle, de análise, de supervisão, de estratégia, de informação, de decisão etc. etc. É apenas mais uma tentativa de transferir para a polícia (principalmente e sempre na berlinda a velha polícia militar), a incompetência dos outros poderes e políticos como ele próprio. Proponho que ele, seguindo a mesma linha, acabe com o "aquartelamento" da polícia civil, pois deve ser esse o motivo de de solucionar menos de 3% dos casos investigados; acabe com o "aquartelamento" da Justiça pois deve ser esse o motivo de julgarem os criminosos quatro ou mais anos após os crimes acontecerem ou de soltarem criminosos com folha penal maior e mais suja que roteiro de filme de sacanagem; acabe com o "aquartelamento" do Congresso pois deve ser esse o motivo de não votarem alterações nas leis penais; acabe com o "aquartelamento" do Executivo pois deve ser esse o motivo de não existirem presídios com vagas suficientes para as centenas de milhares de canalhas do país; acabe com o "aquartelamento" da Educação, da Saúde, do Transporte de massa, do controle urbano, da Ética na política, do combate à corrupção, da impunidade etc. pois devem ser esses os motivos de se formarem tantos e reiterados cidadãos criminosos soltos por aí.
Talvez, resolvidos esses pequenos deslizes (que nada dependem do "aquartelamento" da PM), tenhamos um país mais justo e que permita comparações com a leveza da estrutura policial lá de fora.

Anônimo disse...

OS BOMBEIROS VAO SEM BLUSAS VERMELHAS.

GLADIADOR disse...

Anônimo,27 de outubro de 2011 23:12

Você esqueceu de dizer,para acabar com aquartelamento dos Oficiais Do QG da PMERJ e de todas as Unidades Operacionais,desperdício de dinheiro público,será que esqueceu ou é um oficial encubado?