quinta-feira, 1 de setembro de 2011

ATO EM DEFESA DOS INATIVOS E DAS PENSIONISTAS DA POLÍCIA MILITAR - AMANHÃ - 10:00 HORAS.

Confirmamos a realização do ato em defesa dos inativos e das pensionistas da Polícia Militar, o qual será desenvolvido amanhã, sexta-feira, no período das 11:00 às 13:00 horas, em frente ao Quartel General da PMERJ.
O ato só pode ser confirmado em razão de um companheiro ter se voluntariado para segurar o outro lado da faixa, aliás, o único que confirmou presença.
O ato será ordeiro e pacífico, como de costume. Exibiremos faixa (s) solicitando que o comandante geral condene publicamente as gratificações concedidas para alguns ativos pelo governo estadual e que lute por reajustes salariais para todos os ativos, inativos e pensionistas.
Pretendemos repetir o ato em frente ao QG do Corpo de Bombeiros na segunda-feira (11:00 às 13:00 horas), desde que possamos contar com pelo menos um Bombeiro inativo ou uma pensionista para segurar o outro lado da faixa.
JUNTOS SOMOS FORTES!
PAULO RICARDO PAÚL
PROFESSOR E CORONEL
Ex-CORREGEDOR INTERNO

9 comentários:

Bombeiro militar Lima disse...

Por favor, onde esta os inativos e pensionistas da PMERJ.
Assinap, ajude esta valorização do Cel. Paúl ao movimento.
SOS Bombeiros , convoque os INATIVOS E PENSIONISTAS da PM, para amanhã, sexta-feira, no período das 11:00 às 13:00 horas, em frente ao Quartel General da PMERJ.
Precisamos de todos lá.

Sardella disse...

Publicado!

http://www.bombeirosdobrasil.com/2011/09/ato-em-defesa-dos-inativos-e.html

Grande abraço!

Anônimo disse...

DEPUTADO PAULO RAMOS - minha solidariedade aos bombeiros militares, que retornam às escadarias desta Casa
Quero manifestar, primeiro, minha solidariedade aos bombeiros militares, que retornam às escadarias desta Casa, inconformados com o tratamento a eles dispensado por S.Exa. o Governador depois de tanto esforço, de tanta mobilização, de tanto sacrifício e de tantas manifestações de reconhecimento por parte da população. A reivindicação era simples: um piso de R$ 2 mil – aliás, um piso modesto –, não sendo acolhida a política de gratificações de abonos, abonos que não contemplam os inativos, que não contemplam todos igualmente, abonos que são perdidos quando da entrada de férias ou em casos de doença ou acidente. Uma gratificação que podemos adjetivar de precária.

Os bombeiros não se deixaram seduzir, não se deixaram dividir e aí estão de volta. Eles foram acusados de tudo diretamente pelo Governador Sérgio Cabral, que depois, em sendo pilhado em falcatrua do conhecimento da população depois de uma tragédia, acuado, recuou; seduziu sua base de sustentação nesta Casa para subscrever o Projeto da anistia administrativa; reconsiderou termos usados em relação aos bombeiros e beneficiou alguns com gratificações. Os bombeiros estão de volta e, com toda certeza, vão receber as mesmas manifestações de apoio.

Paulo Ramos

Anônimo disse...

OPERAÇÃO SALÁRIO DIGNO - EU APÓIO!

No Rio, PM e BM são profissões descartáveis, carreiras sem valor remuneratório.

Quem recebe um soldo abaixo do salário mínimo vigente (R$ 545,00) não é um servidor público, um profissional, é um mero voluntário!

Ponderando-se o gasto familiar, o DIEESE estimou o salário mínimo necessário (capaz de atender às necessidades vitais básicas) em R$ 2.297,51 (dois mil, duzentos e noventa e sete reais e cinquenta e um centavos) em Junho de 2011, em conformidade com o artigo 7º, inciso IV, da Constituição Federal de 1988.

Portanto, quem ganha abaixo do supracitado valor recebe um SALÁRIO INDIGNO, ou seja, insuficiente para pagar as despesas básicas de sobrevivência.

Anônimo disse...

Salário mínimo nacional vai a R$ 619,21 em 2012

Com o reajuste de 13,61% do salário mínimo, que irá para praticamente R$ 620 (seiscentos e vinte reais), o soldo dos Militares Estaduais (PMERJ/CBMERJ) ficará ainda mais defasado.

Vamos ver Subtenentes com soldo abaixo do salário mínimo em vigor.

Conforme o artigo 7º, inciso VII, da Constituição Federal e o artigo 92, inciso I, da Constituição do Estado do Rio de Janeiro, O MENOR SOLDO NÃO PODE SER INFERIOR AO SALÁRIO MÍNIMO vigente (O SOLDO É O SALÁRIO DO MILITAR).

A PMERJ está sendo apenas um "trampolim" para concursos mais estáveis e bem remunerados. Isso explica a INSEGURANÇA PÚBLICA no Rio de Janeiro.

DINHEIRO PARA DAR AUMENTO SALARIAL, O GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO TEM, E DE SOBRA!

O Rio de Janeiro é o segundo Estado do país em arrecadação e, espantosamente, paga o pior salário do Brasil aos Bombeiros e Policiais Militares.

lima disse...

Cel Paúl Sardella do SOS , atendeu o meu pedido e postou no site SOS chamada para todos os inativos e pensionistas amanhã na PMERJ.
Obrigado ao Sardella
abraços

BM Reformado Lima disse...

Onde estão as associações do Rio de Janeiro e seus associados da PM e BM , inativos e pensionistas.
Por favor pessoal estamos todos unidos nesta luta.
Ou será que é só para arrecadar as mensalidades dos INATIVOS e PENSIONISTAS.
Vamos a ALERJ.
Vamos amanhã no QG da Polícia Militar, cobrar do Comandante da PM, o repasse das gratificações para todos nós Inativos e pensionistas.
Vamos acabar de vez com a seguinte regra:
" É reformado e pensionista então já era" Todos nós se não morrermos, seremos inativos e mortos nossas esposas e filhas serão pensionistas.
Estamos sendo esquecidos depois de doadas nossas vidas em prol da população do Rio de Janeiro.
Vamos a ALERJ, vamos aos movimentos pois só assim seremos FORTES.
Por favor senhores Presidentes de Associações da PM e BM Inativos e Pensionistas é hora de unirmos, pois a causa é uma só.
"JUNTOS SEREMOS FORTES"

Alexandre, The Great disse...

É isso aí!
Alô Miguel Cordeiro!
Alô Pedro Chavarry Duarte!
Vamos apoiar os associados, pô!

Anônimo disse...

Miguel Cordeiro, onde esta a ASSINAP dando apoio a seus Inativos e Pensionistas?
Ou é só arrecadar, arrecadar e arrecadar?