sábado, 20 de agosto de 2011

RIO DE JANEIRO: ATOS EM DEFESA DOS INATIVOS E DAS PENSIONISTAS DA POLÍCA MILITAR.

O governo Sérgio Cabral (PMDB) através da sua tática de não conceder aumentos, concedendo gratificações para pequenos grupos, está prejudicando muito os inativos e as pensionistas da Polícia Militar, que passam por sérias dificuldades financeiras em razão dos péssimos salários.
Tudo isso ocorre diante de um comando geral que não se posiciona publicamente contra essa ação discriminatória e cruel.
Em conseqüência, realizaremos dois atos em defesa das pensionistas e dos inativos da Polícia Militar, nos quais cobraremos o fim de todas as gratificações, a concessão de salários dignos e o posicionamento do comandante geral contra as gratificações.
ATOS:
- DIA 02 SET 2011 – Sexta-feira - 10:00 horas – Em frente ao Quartel General da Polícia Militar.
- DIA 05 SET 2011 – Segunda-feira – 16:00 horas – Em frente ao Palácio Guanabara.
Será feita uma panfletagem e serão exibidas faixas sobre a grave situação vivenciada pelos inativos e pelas pensionistas.
Convidamos os principais interessados (inativos e pensionistas) para participarem dos atos ordeiros e pacíficos. Afinal, sem a presença deles os atos perdem inteiramente o sentido.
Aproveitamos para comunicar que estamos aguardando contato dos interessados para a realização do ato em defesa do Colégio da Polícia Militar, diante da absurda ameaça do comando geral de fechar o colégio.
JUNTOS SOMOS FORTES!
PAULO RICARDO PAÚL
PROFESSOR E CORONEL
Ex-CORREGEDOR INTERNO

6 comentários:

olivira disse...

CEL.PAUL,DEVEMOS REVENDICAR NA ALERJ ONDE ESTA PARADA A PEC24/2008 DO DEP.PAULO RAMOS,POR UM SOLDO DIGNO...JSF

Ricardo Oscar vilete Chudo disse...

Da ALERJ, de cabral e de Brasilia, não sai nada. Movimento gigantesco como o de Copacabana exigindo a saida de Cabral do Governo do Estado do Rio de Janeiro, verão como tudo será mais fácil.
http://www.peticaopublica.com.br/PeticaoVer.aspx?pi=P2011N11050

Anônimo disse...

OS POLICIAIS MILITARES E BOMBEIROS MILITARES DO RIO DE JANEIRO PEDEM SOCORRO!

* SALÁRIO MÍNIMO VIGENTE: R$ 545,00;

* SOLDO DE 2º SGT PMERJ/CBMERJ: R$ 540,22;

* SOLDO DE 3º SGT PMERJ/CBMERJ: R$ 491,45.

O profissional que recebe um soldo inferior ao salário mínimo vigente tem condições de prestar um bom serviço?

Não, pois o referido profissional precisa fazer "bico" na folga para complementar a renda (insuficiente para pagar as despesas básicas de sobrevivência).

O GOVERNO SÉRGIO CABRAL NÃO GOSTA DA POLÍCIA MILITAR.

"UMA TROPA SEM COMANDANTE É UM CORPO SEM ALMA" (Quinto Cúrcio)

Anônimo disse...

O Salário Mínimo Necessário, segundo o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos e de acordo com o artigo 7º, inciso IV, da Constituição Federal do Brasil (capaz de atender às necessidades vitais básicas) é: R$ 2.297,51 (dois mil, duzentos e noventa e sete reais e cinquenta e um centavos). Esta é a quantia mínima que um servidor deve receber para viver dignamente!

Anônimo disse...

O governo fluminense paga um soldo inferior ao salário mínimo vigente aos Segundo-Sargentos, Terceiro-Sargentos, Cabos e Soldados da PMERJ e do CBMERJ.

Anônimo disse...

Policiais Militares e Bombeiros Militares do Rio de Janeiro pedem socorro!

* SALÁRIO MÍNIMO VIGENTE: R$ 545,00;

* SOLDO DE 2º SGT PMERJ/CBMERJ: R$ 540,22;

* SOLDO DE 3º SGT PMERJ/CBMERJ: R$ 491,45.

O profissional que recebe um soldo inferior ao salário mínimo vigente tem condições de prestar um bom serviço?

Não, pois o referido profissional precisa fazer "bico" na folga para complementar a renda (insuficiente para pagar as despesas básicas de sobrevivência).

O Salário Mínimo Necessário, segundo o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos e de acordo com o artigo 7º, inciso IV, da Constituição Federal do Brasil (capaz de atender às necessidades vitais básicas) é: R$ 2.297,51 (dois mil, duzentos e noventa e sete reais e cinquenta e um centavos). Esta é a quantia mínima que um servidor deve receber para viver dignamente!