quarta-feira, 31 de agosto de 2011

PMERJ - CBMERJ - INATIVOS E PENSIONISTAS - PROTESTO - CONVOCAÇÃO.

As dificuldades que estão sendo enfrentadas pelos inativos e pelas pensionistas da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros são enormes, sobretudo em virtude do governo Sérgio Cabral (PMDB) estar adotando a tática de conceder gratificações para pequenos grupos da ativa, enquanto os inativos e as pensionistas recebem apenas míseros reajustes.
No intuito de dar visibilidade a essa tragédia e iniciar uma campanha contra essas gratificações discriminatórias, programamos dois atos:
- No dia 02 SET 2011, às 10:00 horas, em frente ao QG da PMERJ.
- No dia 05 SET 2011, às 10:00 horas, em frente ao QG do CBMERJ.
Os atos serão ordeiros e pacíficos, como todos que realizamos.
Será exibida uma faixa solicitando aos comandantes gerais que se manifestem publicamente contra a distribuição dessas gratificações.
Apesar da gravidade da situação e da imperiosa necessidade de reverter o quadro, ainda não obtivemos qualquer confirmação de presença por parte de inativos e/ou pensionistas, o que é preocupante.
Obviamente, se os próprios interessados não se mobilizarem, os atos ficam automaticamente esvaziados.
Eu estarei lá, mas sozinho não tenho como segurar nem mesmo uma faixa...
JUNTOS SOMOS FORTES!
PAULO RICARDO PAÚL
PROFESSOR E CORONEL
Ex-CORREGEDOR INTERNO

6 comentários:

Lima disse...

Estarei lá Coronel Paúl. Conte comigo e com certeza enviarei e-mails a outros colegas de turma de 1976 do CBMERJ.
abraços
Lima

Ricardo Oscar vilete Chudo disse...

Estarei lá. Agora dá para segurar pelo menos uma faixa. Tenho fé que os inativos vão estar presentes.

Anônimo disse...

Cel Paul
Por favor me esplique a quase total omissão da Pmerj em relação ao movimento dos bombeiros.
É sabido que todos os movimentos reivindicatórios (não foram muitos) partiram, sempre da Pmerj.
Hoje presenciamos um movimento forte, legítimo e justo feito pelos bombeiros e a pm se esconde atras de uma política predatória que, através de gratificações, fragmenta a tropa a tornando mais vulnerável.
É chegada a hora de termos o nosso valor reconhecido verdadeiramente.
Abraço

Paulo Ricardo Paúl disse...

Grato pelos comentários.
E grato pela força!
Juntos Somos Fortes!

Anônimo disse...

OPERAÇÃO SALÁRIO DIGNO - EU APÓIO!

No Rio, PM e BM são profissões descartáveis, carreiras sem valor remuneratório.

Quem recebe um soldo abaixo do salário mínimo vigente (R$ 545,00) não é um servidor público, um profissional, é um mero voluntário!

Ponderando-se o gasto familiar, o DIEESE estimou o salário mínimo necessário (capaz de atender às necessidades vitais básicas) em R$ 2.297,51 (dois mil, duzentos e noventa e sete reais e cinquenta e um centavos) em Junho de 2011, em conformidade com o artigo 7º, inciso IV, da Constituição Federal de 1988.

Portanto, quem ganha abaixo do supracitado valor recebe um SALÁRIO INDIGNO, ou seja, insuficiente para pagar as despesas básicas de sobrevivência.

Anônimo disse...

Sou pensionista junto com meu filho ( menor ) da pmerj , a minha pergunta é : PORQUE NÃO RECEBEMOS O REAJUSTE CONCEDIDO PELO GOVERNADOR , LÍ QUE O DIREITO ERA PARA ATIVOS , INATIVOS E PENSIONISTAS , MAS ATÉ AGORA SÓ RECEBO $829,03 DESDE 2002 , ALGUÉM PODERIA ME AJUDAR , PODERIAM ME DIZER OQ FAZER ? ESTOU PASSANDO DIFICULDADES E NÃO SEI PRA QUE LADO CORRER , AGRADEÇO A COLABORAÇÃO DESDE JÁ..