quarta-feira, 8 de junho de 2011

BOMBEIROS E POLICIAIS MILITARES - MOBILIZAÇÃO - REUNIÃO - NADA DE NOVO.

O GLOBO:
Manifesto
Após reunião com manifestantes, comandante do Corpo de Bombeiros aguarda contraproposta de salário
Publicada em 08/06/2011 às 00h26m
Duilo Victor
RIO - O novo comandante geral do Corpo de Bombeiros, coronel Sérgio Simões, terminou no fim da noite desta terça-feira uma reunião de mais de quatro horas com sete representantes do movimento dentro da corporação - que pede reajuste salarial. Ao fim do encontro, Simões fez um rápido pronunciamento em que afirmou esperar uma contraproposta dos manifestantes nesta quinta-feira:
- Eles apresentaram uma proposta salarial que não estavam compatíveis. Para algumas patentes o valor superava o teto do governo estadual.
Simões não revelou quais seriam os valores. Disse também que os manifestantes pediram a libertação dos 439 presos depois do motim no quartel-central na sexta-feira. O comandante explicou que tal decisão só caberia à Justiça Militar. Por fim, declarou que os bombeiros chegaram a apresentar uma proposta para anistiar os militares presos, com base em uma lei federal já usada em casos semelhantes em outros estados. Mas o coronel respondeu que duvidava da eficácia e rapidez de tal medida (leiam).
JUNTOS SOMOS FORTES!
PAULO RICARDO PAÚL
PROFESSOR E CORONEL
Ex-CORREGEDOR INTERNO

19 comentários:

Anônimo disse...

É o tipo de argumento de quem nao quer negociar, ou melhor nao está levando a sério o problema. Este senhor esteve nos canais de tv se dizendo aberto a negociação. Hummm, nao parece.
Poderia colocar a lista dos deputados que nao assinaram o APOIO aos bombeiros? É sempre bom saber quem está ao lado.

Anônimo disse...

Bombeiros: R$ 350 à vista

POR FERNANDO MOLICA

Rio - O governo estuda a possibilidade de estender para os bombeiros a gratificação de R$ 350 já recebida pelos policiais militares. A concessão do benefício e do vale-transporte ajudaria a equiparar os bombeiros aos PMs.

A necessidade de resolver a crise aumentou depois que o marqueteiro Renato Pereira, da agência Prole, mostrou a Sérgio Cabral pesquisa que mostra queda em sua popularidade e o apoio dos moradores do Rio aos bombeiros. O governador ironizou: disse a Pereira que ele poderia se sentar em sua cadeira para equacionar o problema.

>>> LEIA TAMBÉM: Força-tarefa para soltar e anistiar os bombeiros

Cadeia unida

Os bombeiros que estão presos em Charitas, em Niterói, não gostaram da proposta de serem levados para quartéis perto de suas casas. Alegaram que a dispersão dos 439 homens que estão detidos contribuiria para enfraquecer o movimento.

Ecos da vaia

Para muitos bombeiros, Cabral não gosta deles. Isto, por causa da vaia que, em 2009, no Maracanãzinho, integrantes da corporação deram no governador. Eles reclamaram da quantia que receberiam para combater a dengue.

Andre Luiz Salma Cerqueira disse...

coronel, o sr que recebe o salário de ultimo posto, comente essa reportagem por favor!
Att
Salma

RIO - O novo comandante geral do Corpo de Bombeiros, coronel Sérgio Simões, terminou no fim da noite desta terça-feira uma reunião de mais de quatro horas com sete representantes do movimento dentro da corporação - que pede reajuste salarial. Ao fim do encontro, Simões fez um rápido pronunciamento em que afirmou esperar uma contraproposta dos manifestantes nesta quinta-feira:

- Eles apresentaram uma proposta salarial que não estavam compatíveis. Para algumas patentes o valor superava o teto do governo estadual.

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/rio/mat/2011/06/08/apos-reuniao-com-manifestantes-comandante-do-corpo-de-bombeiros-aguarda-contraproposta-de-salario-924636969.asp#ixzz1Og53E8ZS
© 1996 - 2011. Todos os direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A.

Anônimo disse...

O Sr. está dormindo muito tarde. Não é bom pra saúde!
Precisamos do Sr saudavel pra ser governador nas proximas eleições rs!

Anônimo disse...

Simples a solução para o teto do estado: quantos coronéis não recebem acima do teto e possuem o redutor do estado? Isso não é argumento!

Anônimo disse...

Qual o problema de alguns salários passar do teto do governador???

A solução é simples e já prevista : Simplesmente o salário vai passar do teto, mas passa e volta, ficando dentro do valor do teto.

O sla´rio no contracheque será maior que o teto mas o estado só irá repassar o valor do teto...quem disse que isso é problema???Quem disse????

Os delegados, fiscais da receita estadual, entre outros já passam do teto e não tem problema algum.

Esse Cmt é um brincalhão. Quem viu a entrevista dele no RJTV viu o quanto ele é fraco e subserviente ao Sergio Hitler Cabral.

Anônimo disse...

Porque um CEL, tem ganhar 10 vezes mais que um soldado? tem que mudar o escalonamento salarial! Onde o ultimo posto receberia o teto e o primeiro um piso minimo de 3000 reais por exemplo.

Anônimo disse...

a proposta é de 350.00 reais para todos,claro que não.

Helio disse...

Isso não é problema, pois com esse aumento fajuta de 54% em quarenta e oito meses, o salário total do Cel não vai chegar a ultrapassar o famigerado teto em dez 2014.
Basta adequar hoje o salário do Cel em R$ 17400,00 índice 1000, reestruturar o escalonamento vertical diminuindo as diferenças entre os postos, ou graduações, aproximando do topo.
Em Brasília essa aproximação existe, é só comparar tabelas e provavelmente as praças, se feito
da forma correta, terão um aumento
acima dos 100%, plenamente justo.
Não coloco valores, porém vai ser
bem maior é só calcular.
J. S. F.
Helio.
Obs.: Proteja meu e-mail

GLADIADOR disse...

Porque o Cel Simões tem que questionar valores? Psrece até que este dinheiro vai sair do bolso dele.

Anônimo disse...

Que alterem o equivocado "Teto Salarial" que, em vários estados, inclusive Minas Gerais, é o do Desembarfador do TJ e, no nosso estado, por determinação do (des)governador, que não depende de salário, é a metade e, por isto, impede que os vencimentos do funcionalismo seja DECENTE.

Anônimo disse...

É mais um Sérgio a atrapalhar a vida dos HERÓIS BOMBEIROS!!!

Anônimo disse...

E, por falar em Sérgio, aonde se meteu o "secretário Sérgio Côrtes" ?
Deve estar, ainda, no exterior em viagem de descanso!!!!

Anônimo disse...

Engraçado como este Cmt novo( Novo Cmt...) precisa de ajuda para elaborar uma proposta de aumento razoável para os BMs.
Muito simples aqui vai uma ajuda para atender a reinvindicação dos militares sem enrolação e privilegiando quem ganha menos:
Incorporação para todos os militares do valor de 350,00 e restante do aumento que está programado para 2014 em 12 parcelas.

Sendo assim o salario inicial passa para 2.120,0 e o Cel passa de 9800,00 para 15000,00.
Não ultrapassa o teto e privilegia com um aumento muito maior para quem ganha menos.

Chega de retórica e papo furado.

Além disso:
- Vale transporte aos bombeiros.
- Fim de todas as outras gratificações absurdas.
- Os médicos que quiserem continuar sendo bombeiros têm que aceitar o salário de militar.

Praça BM Refº disse...

E o antigo comandante, aonde estará agora? Com quem será que estará conversando? Com os praças dos BOMBEIROS, acredito que não.Ele não gostava de conversar com praças. Deve estar numa Praça puxando assunto com algum puxa-saco que o seguiu!!!!!!!

Elias disse...

Não queremos gratificações,queremos um salario que nos permita viver na nossa aposentadoria.
Se aceitarmos gratificações estaremos traindo os nossos irmãos que se encontram em estado de penúria na inatividade.O policial e o bombeiro nem conseguem tirar ferias,pois o dinheiro termina antes mesmo de inicia-las.Queremos ter condições de alugar e até comprar uma casa que não seja em area de risco.Queremos que nossos filhos possam dizer meu pai é Policial,sem ter vergonha ou medo.
Ao sujeitar a minha familia a estas situações de risco e constrangimento,quero pelo menos ser razoavelmente remunerado,digo razoavelmente,porque somente serei bem remunerado,quando a constituição for cumprida e venhamos a conseguir ganhar o salario pago em Brasilia,sem discriminação.Brasilia nada produz e nada combate e fica com a melhor fatia do bolo.

Anônimo disse...

Peralá !, ALTO LÁ. Leio os comentários e ... alguém sequer COGITA admitir que esses coronéis do CBM e PMERJ se dêem BEM nesta luta E QUE SE BENEFICIEM de QUALQUER AUMENTO salarial, caramba ? CLARO QUE NÃO.

O que deve ser exigido é a diminuição do intervalo PERCENTUAL entre graduações e postos.

LÓGICO !. Ora, era só o que faltava, agora, QUE MALUQUICE !!!.

Diferença de ATÉ dez porcento e não se fala mais nisso. Ou cinco, pra fechar a conta com ZERO para eles.

ALINHEM-SE verticalmente às Forças Armadas, é hora, afinal elas não se sujeitam ao estadual, portanto pensem nisto, coronéis são REFÉNS do próprio puxa-saquismo e talvez, apenas talvez virá novidade federal nesse sentido de limitar a 10% etc.. Que maluquice, NÃO !!!, é o soldo abaixo do S.M., e o escalonamento maior de 10%. E um PISO. Foco, caramba. Absurdo. Tem até graça. Ridículo.

Anônimo disse...

fiquem atentos o governo madou esse oficial para ganhar tempo e esfriar o movimento . não aceitem gratificações isso depois ele vai tirar do salario e alem do mais vai deixar gente de fora cuidado e abraços1

Anônimo disse...

cudado gratificação é covardia na Pm so uns poucos privilegiados recebem essa tal gratificação que não da valor a hierarquia, além do mais isso não é aumento não caiam nessa de gratificação depois de uma luta tão sagaz e bonita vão da mole para o governo.