domingo, 26 de junho de 2011

GOVERNO SÉRGIO CABRAL (PMDB) DESABOU POR COMPLETO E PARECE QUE OS ESCOMBROS VITIMARÃO MUITA GENTE "BOA".

Folha de São Paulo
EIKE DA R$ 139 MILHÕES PARA PROJETOS DE CABRAL

Empresário banca programas usados como vitrine eleitoral no Rio; deputado aponta conflito ético em doações
Estado diz não favorecer grupo EBX e se recusa a informar se Cabral usou jatinho do bilionário em outras viagens de lazer
BERNARDO MELLO FRANCO
DE SÃO PAULO
Além de bancar gastos de campanha do governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB), o empresário Eike Batista assumiu o papel de patrocinador de programas usados como vitrine eleitoral do Estado.
Nos últimos três anos, ele anunciou doações de R$ 139 milhões a projetos de interesse do peemedebista, do policiamento de favelas à despoluição de cartões-postais.
A oposição aponta conflito de interesses na relação entre o governador e o bilionário, que emprestou um jatinho para Cabral fazer uma viagem de lazer ao litoral da Bahia no último fim de semana.
O dono do grupo EBX recebeu R$ 75 milhões em isenções fiscais na gestão do peemedebista. Os dois dizem ser amigos e afirmam que os laços pessoais não beneficiam as empresas em negócios com o governo fluminense.
O maior patrocínio de Eike é destinado às UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora): R$ 80 milhões. O dinheiro será liberado em parcelas anuais de R$ 20 milhões até o fim do governo, em 2014.
O valor doado pelo bilionário supera os R$ 12,3 milhões que o Estado previa gastar com recursos próprios neste ano, segundo o projeto de Orçamento enviado à Assembleia Legislativa do Rio.
Os postos de policiamento em favelas foram o principal trunfo de Cabral em sua campanha à reeleição, em 2010.
Além do gasto em segurança, o empresário prometeu destinar outros R$ 13 milhões a ações sociais nas comunidades, incluindo a criação de um time de vôlei.
A candidatura do Rio a sede da Olimpíada de 2016 recebeu R$ 23 milhões. A assessoria do grupo EBX diz que a verba seguiu para o COB (Comitê Olímpico Brasileiro). Mas foi Cabral quem recolheu dividendos políticos com a escolha da cidade, amplamente explorada em sua propaganda eleitoral.
A despoluição da lagoa Rodrigo de Freitas, antiga promessa do governo do Rio, já ganhou R$ 15 milhões e deve obter mais R$ 3 milhões.
Outros R$ 5 milhões ajudarão a limpar a Marina da Glória, cuja concessão, outorgada pela Prefeitura do Rio, pertence ao bilionário.
No ano passado, Eike deu R$ 750 mil à campanha de Cabral e R$ 100 mil à do presidente da Assembleia Legislativa, Paulo Melo (PMDB).
Na eleição anterior, repassou R$ 1 milhão à candidatura do prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB), que é afilhado político do governador.
INVESTIGAÇÃO
A oposição, que reúne apenas 21 dos 70 deputados estaduais do Rio, quer investigar se Cabral beneficiou o grupo EBX com licenças ou vantagens indevidas.
Uma das suspeitas envolve o Porto do Açu, orçado em R$ 3,4 bilhões -o Ministério Público Federal processa o Estado para tentar anular a licença do empreendimento.
"Cabral e Eike têm uma relação nebulosa, em que o público se mistura muito com o privado", acusa o deputado Marcelo Freixo (PSOL).
A assessoria de Cabral disse à Folha que ele "separa o exercício da função pública das atividades de sua vida privada". Mas se recusou a informar se ele fez outros voos no jatinho do amigo.
"As viagens particulares do governador são relacionadas à sua vida pessoal, de foro íntimo", respondeu a assessoria, em nota oficial.
A EBX disse que os benefícios que recebeu seriam dados "a qualquer outra empresa". Sobre o empréstimo do avião a Cabral, Eike afirmou: "Sou livre para selecionar minhas amizades. (...) Faço tudo com dinheiro do meu bolso e me orgulho disso".
JUNTOS SOMOS FORTES!
PAULO RICARDO PAÚL
PROFESSOR E CORONEL
Ex-CORREGEDOR INTERNO

3 comentários:

Anônimo disse...

vVÔCES NÃO SABEM DE NAD:
FAÇAM UMA VISITA EM ITAGUAÍ,MAIS PRECISAMENTE,NA ILHA DA MADEIRA,E VERÃO A DESTRUIÇÃO CAUSADA POR LÁ.
FORAM ATERRADOS MANGUESAIS,AS MATAS FORAM DESTRUIDAS,POIS ESTÃO FAZENDO UM TÚNEL AFIM DEFACILITAR A ESCOAÇÃO DE MINÉRIO,SENDO QUE OS MORADORES ESTÃO REVOLTADOS.
TUDO ISSO COM A FACILITAÇÃO DA SECRETARIA DE MEIO AMBIENTE,E DO DEVIDO MINISTÉRIO.

Anônimo disse...

Dia 01 de julho às 18 horas, na Cinelândia.

Impeachment já!!!!!!!!!!!!!!!!!

Fora Cabral!!!!!!!!!!!!!!

Ricardo Oscar vilete Chudo disse...

Tudo bem que ele, o governador, faça tudo com o dinheiro do seu bolso. Mas é ai que está o problema, o dinheiro devia estar nos cofres públicos e não no bolso dele e dos demais quadrilheiros.